JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

sábado, 30 de novembro de 2013

Rogério Flausino faz um balanço dos 20 anos de carreira do Jota Quest


Fonte: globoradio.globo.com
Fotos: revista.cifras.com.br / lastfm.com.br / valemaislazer.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Interlagos, BA (da redação Itinerante)



Vocalista do Jota Quest se inspirou nos hits da banda
para responder as perguntas.

O Jota Quest voltou com tudo!
Há 20 anos na estrada, a banda lançou neste mês o álbum “Funky Funky Boom Boom”, com a energia dançante que levou o grupo para o sucesso.

A banda ainda comemora o prêmio Grammy Latino de “Melhor Álbum de Rock Brasileiro” com o CD / DVD "Jota Quest ao vivo no Rock in Rio 2011", que ganhou nesta semana.




Nesse clima, Rogério Flausino fez um balanço da trajetória do grupo com perguntas baseadas no nome das músicas do Jota Quest.
Ele falou quem está mandando bem no mundo da música, o que tem vontade de fazer “mais uma vez”, o que é “fácil” na vida dele e mandou ainda um recado para os invejosos de plantão:

- Eu acho que, com esses anos todos, a gente já conseguiu provar pra gente mesmo, não para as outras pessoas, que temos talento. Conseguimos atingir tantas pessoas e elas vêm nos impulsionando ao longo desses anos todos e tal. Nessa vida, a gente tem que ser construtivo. Ninguém vai chegar em algum lugar legal falando mal dos outros. Isso aí para mim, já foi! – disse Rogério.




Rogério Flausino revelou que o Jota Quest gosta mesmo de fazer shows, mais até do que ficar no estúdio produzindo material inédito.
Por causa disso, o grupo está fazendo uma série de “ensaios abertos” em lugares que eles consideram especiais na trajetória deles.
Ontem, o Jota Quest se apresentou pela primeira vez no Circo Voador, no Rio de Janeiro, com direito à participação especial de Xande de Pilares, do Revelação, e Pretinho da Serrinha.
Os dois colaboraram na composição de músicas de “Funky Funky Boom Boom”.
Os shows funcionam como um aquecimento para a turnê oficial do Jota Quest, que começa só em abril.

- A gente gosta de fazer show. É o melhor momento. Primeiro, porque a gente faz mais show do que tudo. Pode ter 20 mil ou 20 pessoas, a gente chega e desce a lenha. – explicou Rogério.



sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Diante de Trono faz oração pelo Brasil no Festival Promessas, em Brasília


Fonte: G1 (Brasília)
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Integrantes da banda Diante do Trono.
Foto: Rafael Duarte/Divulgação

Cantora convida público a levar bandeiras e se vestir com as cores do país.
Banda toca no sábado ao lado de grandes nomes do gospel, na Esplanada.

Um dos principais nomes da cena gospel no país, a banda Diante do Trono prepara uma atração especial para o público de Brasília durante o show de gravação do Festival Promessas, que acontece neste sábado (30), na Esplanada dos Ministérios. O grupo diz que vai aproveitar o cenário para fazer uma oração pelo país.


Foto: Tiago Bottino

A vocalista da banda, Ana Paula Valadão, disse que vai convidar o público a levar bandeiras do Brasil e dos estados de origem. Os músicos também vão se vestir com as cores do país. A cantora afirmou que a apresentação em Brasília reserva uma canção especial para ser tocada no momento da oração.

“A música chama-se ‘Brasil’ e a letra é um texto bíblico do 2º [livro] crônicas, capítulo 7, versículo 14, que fala da promessa de Deus para curar a nossa terra. Tenho uma grande expectativa no meu coração, será um momento muito especial”, afirma Ana Paula.

O repertório do show traz ainda composições de sucesso, como as música “Preciso de ti” e “Me ama”. Brasília foi o palco escolhido pela banda para a gravação do DVD ao vivo “Nos braços do pai”, lançado em 2002. Na ocasião, 1,2 milhão de pessoas estiveram presentes.

“Estou feliz de voltar a Brasília. Voltar para esse lugar, em um palco tão lindo e estar cantando com outros grupos, isso tudo nos enche de expectativas”, diz Ana Paula.


 Fotos: newsgospelinter.blogspot.com.br/

Festival
 A TV Globo promove no próximo sábado o show de gravação do Festival Promessas. A programação inclui apresentações de alguns dos mais importantes e representativos nomes da música gospel do país, como Diante do Trono, Aline Barros, Bruna Karla, Jonas Vilar, Oficina G3 e Thalles.

O show é uma parceria da Globo com o governo do Distrito Federal e será exibido para todo país como especial de fim de ano da Globo, no dia 15 de dezembro.

Este ano, além dos shows que acontecerão no palco principal, o público poderá acompanhar também uma programação especial, promovida pelo Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal, em um segundo palco.


 Foto: amigodecristo.com

Dia do Evangélico
 Instituído no Distrito Federal em 1995, o Dia do Evangélico começou a constar no calendário comemorativo oficial e se tornou feriado local em 2010. A data é celebrada anualmente na Esplanada dos Ministérios com música gospel, teatro e dança.


 Foto: tribunadoceara.uol.com.br

Vocalista do Black Flag diz que foi demitido da banda no meio de show


Fonte: G1 (São Paulo)
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Ron Reyes diz que foi tirado do palco na Austrália: 'Festa acabou, cai fora'.
Ele havia retornado a grupo em 2013 e diz que ficou aliviado com saída.
Da esquerda :Gregory Moore, Greg Ginn, Ron Reyes (de preto e braços cruzados)
and Dave Klein, membros do Black Flag em 2013 (Foto: Divulgação/Robert Kenney)

O ex-vocalista do Black Flag Ron Reyes disse ter sido expulso da banda no meio de um show na Austrália. Ele publicou uma mensagem aos fãs na terça-feira (27) em sua página no Facebook.

"No dia 24 de novembro de 2013, na última noite da turnê Australian Hits and Pits, faltando duas músicas para acabar, Mike V [cantor que o substituiu] sobe no palco, me encara, pega o microfone e diz: 'Você já era, a festa acabou, cai fora, acabou...'", escreveu Ron Reyes.

O cantor diz ter ficado aliviado por sair da banda. Para Ron, o grupo era gerenciado por "mãos de ferro" pelo guitarrista Greg Ginn, e ele se recusou a tratá-lo como um "Papa infalível".

Em maio deste ano, o Black Flag lançou, com Ron Reyes no vocal, a música "Down in the dirt", a primeira da banda desde o fim dos anos 80, quando lançou o compacto "I can see you". Ron já havia cantado no início da banda, em 1979. O grupo ficou mais conhecido, no entanto com a voz de Henry Rollins, que gravou os álbuns de estúdio nos anos 80.





Madonna visita projeto humanitário de seu ex-marido, Sean Penn, no Haiti



Da EFE. Fonte: g1.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Cantora divulgou foto de sua passagem pelo país nesta quarta-feira (27).
'O Haiti cresce com o apoio de J/P HRO e Sean Penn', declarou.
  

Com Sean Penn, Madonna visitou a fundação J/P HRO, no Haiti.
(Foto: Divulgação)

A cantora norte-americana Madonna visitou no Haiti alguns dos projetos de ajuda humanitária realizados pela fundação J/P HRO, dirigida por seu ex-marido Sean Penn.

A própria rainha do pop, que estava acompanhada com seu filho Rocco, publicou no Facebook fotos de sua estadia na nação caribenha, que ainda está imersa em um plano de reconstrução após o terremoto de 2010 que deixou 300 mil mortos e 1,5 milhão de desabrigados.

Em uma das fotos, a intérprete aparece posando com algumas pessoas em um hospital construído pelo "magnífico", como ela chamou, médico Paul Farmer com a legenda: "Revolução de amor no Haiti". Em outra escreveu: "O Haiti cresce com o apoio de J/P HRO e Sean Penn".

Madonna visitou o país, o mais pobre da América, em resposta a um convite feito pelo ex Sean Penn, disse o próprio ator em declarações reproduzidas pela imprensa local.

A fundação de Penn realiza no Haiti programas de ajuda em serviços médicos e de atenção primária de emergência, retirada de escombros, distribuição de alimentos e sistemas de purificação de água, melhora dos sistemas de comunicação, desenvolvimento de habitações e instalações educativas, entre outros.





quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Nação Zumbi lançará novo álbum após sete anos



Fonte: globoradio.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)






Após sete anos sem lançar um trabalho de inéditas, o Nação Zumbi promete um novo álbum para 2014.
A banda pernambucana foi uma dos selecionados para receber o patrocínio do projeto Natura Musical em 2014.
E o primeiro single já deve sair em janeiro, segundo informações do Jornal do Commercio.

“O patrocínio veio no momento certo. Estamos voltando do jeito que tínhamos planejado quando resolvemos parar para desenvolver outros projetos, após a gravação de uma pré-produção”, contou o guitarrista Lúcio Maia à publicação.

O baterista Pupillo revelou que a banda volta aos estúdios em janeiro e fevereiro para regravação de material com produção de Kassin, Berna Ceppas e Mário Caldato. “Foi uma parada estratégica para a banda. Precisávamos tocar outros projetos, viver outras experiências. Desde que Chico Science morreu, nunca tínhamos dado uma parada. Jorge Du Peixe estava com projeto engavetado. Gilmar queria mostrar seu trabalho com o Combo X. Toca também queria tocar com Otto e fazer o seu disco. Mas nesse tempo todo sempre tivemos a certeza do caminho que escolhemos”, detalhou o músico.





Cantores trocam de nome em busca de sucesso em 'projetos' do sertanejo



Por: Braulio Lorentz. Fonte: G1 (São Paulo)
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Guilherme 'virou' Thiago de Thaeme;
Sorocaba teve quatro Fernandos.

 Hoje você pode conferir a lista com os nomes dos que aceitaram
ser rebatizado para ter vaga em dupla já existente.

Ser rebatizado em nome do sertanejo é uma prática que vem desde quando Tonico e Tinoco eram João e José. Mirosmar virou Zezé di Camargo, Emival escolheu ser Leonardo e por aí vai. Nesses casos, a mudança veio antes da formação da dupla. Mas há aqueles que mudam nome para ter vaga em "projetos" já existentes. Após briga ou por outra razão, duplas se separam. Um dos cantores, porém, resolve manter o nome do duo. Convida um novo parceiro, que troca de nome. Isso faz com que a nova dupla mantenha o que havia conquistado antes da mudança de integrante.

É o caso de Thiago, da dupla Thaeme e Thiago. Thaeme e José Lazaro Servo cantaram juntos por dois anos e meio. Neste mês, foi anunciado um novo Thiago. Guilherme Bertoldo saiu do Tradição, que revelou Michel Teló. "Tenho 24 anos sendo Guilherme, nome que ganhei dos meus pais. É estranho. Ainda sofro para saber se estão falando comigo. De cada dez vezes que chamam, nove eu olho", relata o novo Thiago, sem conter o riso.



 Em nome do sertanejo:
Thaeme e Thiago, Fernando e Sorocaba, Alan e Alisson, Hugo Pena e Gabriel,
Teodoro e Sampaio, Roberta e Santiago (Fotos: G1)

ENTENDA O TROCA-TROCA

1) Uma dupla é criada. O nome passa a ser conhecido pelos fãs e por contratantes de shows.
2) Após brigas ou outro motivo, a dupla se separa. Um dos cantores resolve manter o nome do duo.
3) Um novo cantor é convidado para substuir o integrante que saiu do "projeto". Ele troca de nome.
4) O cantor tem que ser rebatizado para que o nome da dupla não mude. A nova dupla não perde o reconhecimento de antes da troca.

O projeto Thaeme e Thiago é da FS produções artísticas, empresa de Fernando e Sorocaba. Sorocaba (que se chama Fernando) já cantou com quatro Fernandos, até encontrar seu parceiro ideal, Fernando Zorzanello. Com os outros três, sequer lançou discos oficiais. De forma parecida, Alan já teve dois Alisons. Hugo já mudou de Gabriel uma vez, assim como Teodoro e seu Sampaio.

"O Sorocaba buscou um Fernando até se encaixar e acho que a gente já se encaixou", garante Thiago. Thaeme diz que toparia ser rebatizada, como aconteceu com seus dois parceiros. "Não teria problema em mudar o nome. O que vale é o canto. Aceitaria se fosse um projeto direitinho, bacana, nas mãos de pessoas boas", explica Thaeme. Hugo Pena & Gabriel, Teodoro & Sampaio, Roberta & Santiago e Alan & Alisson também aumentam a lista de duplas com integrantes que mudaram a assinatura em troca de um emprego.




quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Novo musical leva vida e obra de Carole King aos palcos da Broadway


Da AP. Fonte: g1.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)

Jessie Mueller canta no musical ‘Beautiful - The Carole King musical’
(Foto: Reuters/Carlo Allegri)

Antes de carreira como cantora, artista compôs para ídolos dos anos 60.
Espetáculo estreia em janeiro e retrata adolescência e auge da fama.

Enquanto a maioria dos adolescentes no início dos anos 1960 desmaiava pelos astros do pop, Carole King estava ocupada escrevendo para seus ídolos músicas que os levaram ao topo das paradas musicais.

De "Will you still love me tomorrow", para The Shirelles, e "Take good care of my baby", para Bobby Vee, a "The loco-motion", para Little Eva, Carole e seu primeiro marido Gerry Goffin escreveram uma série de sucessos antes de ela lançar uma carreira solo e produzir seu álbum de 1971, "Tapestry", vencedor de diversos prêmios Grammy.

"Beautiful - The Carole King musical", um novo espetáculo que estreia em 12 de janeiro na Broadway, mostra a ascensão da compositora, nascida Carol Klein, no Brooklyn, a partir de seus primeiros dias como uma adolescente trabalhando com Goffin e compositores como Barry Mann e Cynthia Weil até seu divórcio e mudança para a Califórnia.

"É um embaraço de riquezas", disse o diretor Marc Bruni em entrevista sobre o catálogo de músicas que Carole, de 71 anos, produziu.

As canções, incluindo "So far away", "It's too late", "Up on the roof" e "I feel the Earth move", e a história de como ela compôs seu primeiro sucesso aos 17 anos e se tornou uma lenda da música a frequentar as paradas, foram uma combinação irresistível para Bruni.

Carole será interpretada pela atriz Jessie Mueller, que ganhou uma indicação ao Tony por seu papel ao lado de Harry Connick Jr. em "On a clear day you can see forever", de 2011, enquanto Jake Epstein fará Goffin. Anika Larsen e Jarrod Spector retratam os melhores amigos dela, Weil e Mann.


Os atores Anika Larsen e Jarrod Spector no musical ‘Beautiful - The Carole King musical’
(Foto: Reuters/Carlo Allegri)

Príncipe William canta com Bon Jovi e Taylor Swift em evento de caridade

  
Da AP. Fonte: g1.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Eles cantaram 'Livin' on a Prayer' em jantar no Palácio de Kensington.
Evento era de entidade que ajuda moradores de rua.

O Duque de Cambridge, Príncipe William, divertiu os convidados em um evento de caridade do Palácio de Kensington, em Londres, nesta terça-feira (25), ao cantar ao lado de Jon Bon Jovi e Taylor Swift.

William levou Swift ao palco e, ao lado de Bon Jovi, eles cantaram o hit "Livin' on a Prayer".

O evento era da entidade Centrepoint, da qual William é um dos padrinhos, e que ajuda os moradores de rua.

Antes, os três participaram de um jantar.


Jon Bon Jovi e a família com o príncipe William
em gala de caridade no Palácio de Kensington (Foto: Reuters)


Ao lado de convidados especiais, Margareth Menezes inicia seus ensaios de verão

Fonte: Ibahia
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Primeira apresentação conta com presença de Chico César, Luiz Caldas e do grupo Ilê Aiyê

O verão de Margareth Menezes vai começar em grande estilo. O 'AfroPop' começa no dia 12 de dezembro, às 21h, no Clube de Fantoches, 2 de Julho, e, até fevereiro, passará por outras três capitais: Aracaju, Recife e Rio de Janeiro.

Para o primeiro ensaio na capital baiana, a cantora e compositora Margareth Menezes traz como convidados os cantores Chico César e Luiz Caldas além do grupo Ilê Aiyê. A abertura do show fica por conta da banda Bailinho de Quinta.

Nesse verão, Margareth faz uma homenagem ao centenário de Dorival Caymmi em toda a temporada, desde os shows do 'AfroPop' até o Carnaval, trazendo elementos alusivos ao tema no repertório, ambientação e figurino. Ao todo, serão três ensaios em Salvador, dois no Rio de Janeiro, no Lapa 40°, um em Recife, no Baile Perfumado e um em Aracaju, na Casa de Praia.

Em Salvador, os ensaios também acontecem nos dias 31 de janeiro e 23 de fevereiro.



MARGARETH MENEZES DANDALUNDA clip original



terça-feira, 26 de novembro de 2013

Produtora anuncia show extra de Demi Lovato em São Paulo

Fonte: terra.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)



Foto: tribunadoceara.uol.com.br 

A produtora Time for Fun anunciou, nesta terça-feira (26), que realizará um show extra de Demi Lovato em São Paulo, no dia 24 de abril, no Citibank Hall. 

Quase cinco meses antes das apresentações, marcadas para a capital paulista, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, todos os ingressos já estão esgotados, de acordo com a empresa.

A pré-venda de entradas começa a partir das 9h desta quarta-feira (27), com exclusividade para clientes Citi, Credicard e Diners.

Os ingressos poderão ser adquiridos pela internet (clique aqui) ou pelo número 4003-5588.

Às 10h, começa a comercialização nos pontos de venda espalhados pelo País e, às 12h, nas bilheterias do Citibank Hall.

As vendas para o público geral terão início no dia 4 de dezembro.


Foto: Getty Images

Gilberto Gil recebe prêmio em evento musical na França

Fonte: g1.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Cantor é o 1º brasileiro a ser homenageado com o Musiques du Monde.

Gilberto Gil ganhou o prêmio Musiques du Monde por sua carreira nesta segunda-feira (25), em Paris, na França.
O evento Grand Prix Sacem aconteceu no L'a Olímpia, na capital francesa, segundo informações da agência Associated Press.

Homenageado pela diretora e ministra Yamina Benguigui, o cantor e compositor é o primeiro brasileiro a levar este prêmio.
A cerimônia anual é realizada pela Sociedade de Compositores, Autores e Editores de Música na França (SACEM) para homenagear grandes nomes da música.

Durante o evento, Gilberto Gil cantou uma música francesa chamada "Touche pas à mon pote", que compôs baseando-se no slogan de uma campanha francesa contra o racismo.


Cerimônia do Grand Prix Sacem aconteceu nesta segunda (25), em Paris
  

Gilberto Gil em Paris, na França (Foto: AP Photo/Michel Euler)



segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Aos 70 anos, Mick Jagger será bisavô

Da Agencia EFE. Fonte: G1 globo.com (São Paulo)
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Mick Jagger dos Rolling Stones em NY.
(Foto: Dave Allocca / Starpix / Via AP Photo)

Assisi Jackson, neta do cantor, diz que ele está muito feliz com a notícia.
Ela é filha de Jade Jagger, fruto da relação de Mick com a ativista Bianca.



O septuagenário líder dos Rolling Stones, Mick Jagger, será bisavô e está muito feliz com a notícia, segundo sua neta, Assisi Jackson, que dará à luz seu primeiro filho em abril.

Em declarações publicadas nesta segunda-feira (25) pela revista "Hello", Assisi, de 21 anos, disse que seu avô ficou muito contente quando soube de sua gravidez. Assisi é filha de Jade Jagger, fruto da relação entre Mick Jagger e a ativista nicaraguense Bianca Jagger. A filha do roqueiro, no entanto, admitiu que Jagger não parece gostar da ideia de envelhecer nem de ser chamado de bisavô.

Segundo a neta do músico, ter filhos muito jovem é normal na família, pois sua mãe ficou grávida quando tinha 20 anos. "As mulheres em nossa família costumam ter filhos jovens, está nos genes", afirmou Assisi, que contou não levar uma vida desregrada como de seus amigos, que saem muito, bebem e fumam.

Mick Jagger, que em julho completou 70 anos e é pai de sete filhos, fez várias apresentações neste ano com os Rolling Stones, entre elas o histórico show no Hyde Park, em Londres.


Da esq. para dir., Assisi Jackson, Bianca Jagger, Jade Jagger e Amba Jackson participam de um evento beneficente em Londres.
 (Foto: Dave M. Benett/Getty Images)


domingo, 24 de novembro de 2013

Naldo empina bumbum em festival de esporte com Anitta e Ivete no Rio

Fonte: Ego (Rio) 
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Artistas participaram de lançamento
 do novo uniforme da Seleção Brasileira neste domingo, 24.




Debaixo de uma forte chuva, Naldo, Anitta, Thiaguinho e Ivete Sangalo participaram neste domingo, 24, do Nike Festival dos Esportes, no Rio, durante o lançamento do novo uniforme da Seleção Brasileira.

Em uma das músicas, Naldo empinou o bumbum e levou público ao delírio.
Já Anitta se apresentou com um shortinho preto.


Anitta (Foto: Léo Marinho/AgNews)


Anitta (Foto: Léo Marinho/AgNews)


Ivete Sangalo e Thiaguinho
(Foto: Léo Marinho/AgNews)

sábado, 23 de novembro de 2013

Naldo Benny divulga clipe com Ivete Sangalo

Fonte: multishow.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL)


 Foto: imguol.com

Exclusivo:
'Sol da Minha Vida' faz parte do novo DVD do cantor

Naldo Benny divulgou, com exclusidade para o site do Multishow, o clipe de "Sol da Minha Vida", música inédita com Ivete Sangalo. O vídeo foi extraído DVD "Multishow Ao Vivo Naldo Benny", que chega à lojas no dia 23 e será exibido pelo canal na próxima segunda-feira, dia 25, às 20h30.


 Foto: imguol.com

Em entrevista, Naldo conta que compôs a faixa pensando na parceria com Ivete: "Eu tinha feito essa música, que é um soul, muito mais voltada à black music. E eu gosto de fazer essa coisa de trazer a pessoa pro meu mundo. A Ivete é uma grande estrela e todo mundo sabe da origem e do potencial dela, do lado do axé, da música popular. E eu quis trazê-la pra uma onda que curto, pra um groove mais negro, que ela também gosta".



Naldo Benny - Sol Da Minha Vida (Part Ivete Sangalo) (DVD Multishow...)



sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Solange Knowles faz show curto, mas empolgante em São Paulo

Por: Patrícia Colombo. Fonte: Uol (São Paulo)
Fotos: fashionbombdaily.com / becauseiamfabulous.com
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Representando a porcentagem "indie" da família Knowles, Solange, irmã mais nova da estrela do pop Beyoncé, se apresentou na noite desta quinta-feira (21) em São Paulo, no Cine Joia, como parte do evento Popload Gig.

A cantora executou diversas faixas do mais recente e elogiado EP, "True", em show curto de quase uma hora de duração.
Solange trouxe ao palco paulistano seu delicioso R&B com cara de anos 80, misturado a elementos de música eletrônica.
Um som tão "vintage-modernoso" quanto a própria forma de se vestir da cantora – sua mudança de estilo ao longo dos anos a tornou referência fashion internacional, estampando páginas e capas de diversas revistas de moda.


O look da noite era formado por um estiloso macacão branco com estampas coloridas e par de sandálias de salto alto. Os cabelos cheios de tranças substituíram o conhecido e poderoso black power.
Com abordagem três vezes mais "cool" que sua irmã mais velha, ela transita por um universo diferente do pop magnificente de Beyoncé.
Dança bastante, mas mais como uma garota que se diverte com sua própria música do que investindo em coreografias de alto nível de complexidade; é afinada, tem suingue e personalidade; vem com banda enxuta (composta por bateria, baixo, guitarra, teclados e duas backing vocals), porém competente.
Solange pode não ter o nível de popularidade da primogênita, mas certamente é uma das artistas mais talentosas de sua geração.

Com atraso de 15 minutos, a cantora abriu a apresentação com "Don't Let Me Down" e seguiu com "Some Things Never Seem To Fucking Work" e "Bad Girls" – trio esse que integra a tracklist de "True". "Quando gravamos algo, nunca conseguimos imaginar quem vamos atingir com aquelas canções e quão longe elas irão", comentou durante a noite. "Estou surpresa por ver tanta gente aqui. Muito obrigada!" Carismática e carinhosa com os fãs, interagiu com eles em diversos momentos e pegou alguns dos presentes que recebeu. "Percebi que aqui vocês gostam de presentear as pessoas. Estou adorando tudo isso. Só para que vocês saibam, eu calço 39 [risos]!", brincou.


Com dois álbuns de estúdio no currículo, "Solo Star" (de 2003, quando Solange tinha apenas 16 anos) e "Sol-Angel and the Hadley St. Dreams" (2008), houve também espaço para faixas mais antigas no curto setlist, entre elas "T.O.N.Y.", "Cosmic Journey" e "Sandcastle Disco", que encerrou a noite. O conhecido cover de "Stillness is the Move", do Dirty Projectors, integrou o show e, ainda de "True", rolou "Locked in Closets", "Lovers In The Parking Lot" e a ótima "Losing You" – que, como era de se esperar, representou o ponto alto da apresentação.

Veja vencedores do Grammy Latino

Fonte: g1.globo.com 
Fotos: clickgratis.com.br / djavan.com.br / s2.glbimg.com/
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante)


Caetano, Roberto Carlos e Victor e Leo já venceram em festa nesta quinta.
Roberto Carlos, Clarice Falcão e mais brasileiros disputam mais categorias.

Discos de Caetano Veloso, Roberto Carlos, Victor e Leo e Jota Quest,
entre outros, já renderam prêmios ao Brasil no Grammy Latino 2013.

A cerimônia acontece nesta quinta-feira (21) no centro de eventos do hotel
e cassino Mandalay Bay, de Las Vegas, nos Estados Unidos.
Os prêmios ainda não foram todos anunciados.

O cantor Caetano Veloso no Circo Voador (Foto: Ana Schlimovich / Divulgação)

Nas categorias destinadas exclusivamente á música brasileira, os premiados foram
"Esse cara sou eu", de Roberto Carlos (melhor música),
"Salve Gonzagão: 100 anos" (disco de raízes),
Redescobrir, de Maria Rita (MPB),
"Eletrosamba", de Alexandre Pires (samba e pagode),
"Ao vivo em Floripa", de Victor e Leo (música sertaneja),
"Ao vivo no Rock in Rio", do Jota Quest (rock),
"Músicas para churrasco", de Seu Jorge (pop)
e "Profeta da esperança", de Kleber Lucas (música cristã).


Entre os prêmios abertos a todos os artistas latinos, Nelson Freire foi o primeiro músico do Brasil com prêmio anunciado, para "Brasileiro", na categoria de música clássica. Já o encarte do álbum "Abraçaço", de Caetano, deu a Tonho Quinta-Feira & Fernando Young o prêmio de melhor design de disco. Caetano também ganhou na categoria "Melhor disco de cantor e compositor", com "Abraçaço".

Ainda nas categorias para todos os latinos, nos prêmios principais, "Um abraçaço", de Caetano Veloso, concorre a gravação e canção do ano, enquanto o disco "Abraçaço" disputa ao de melhor álbum de compositor. Roberto Carlos também concorre com "Esse cara sou eu". A atriz e cantora Clarice Falcão disputa ao prêmio artista revelação.


O 14º Grammy Latino tem 48 categorias, uma a mais que no ano passado.
Os artistas com mais indicações este ano são o duo argentino Illya Kuryaki and The Valderramas e o cantor colombiano Carlos Vives, com cinco cada. Roberto Menescal receberá o prêmio à excelência musical da academia latina da gravação.