JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

sábado, 31 de agosto de 2013

Gal Costa, a musa da juventude brasileira nos anos 70

Fonte: Cantoras do Brasil. Fotos: Google.com.br
Edição: Jorge Luiz da Silva.
Salvador, BA (da redação Itinerante).

GAL COSTA
(Maria da Graça Costa Penna Burgos)
Nasceu em Salvador, Bahia, em 26/09/1945  

    Filha de Dona Mariah Costa, sua grande incentivadora que, em entrevistas, conta que passou toda a gestação de Gracinha - nome como era conhecida antes da fama - ouvindo rádio.
Cresceu no Bairro da Graça, em Salvador.
Desde criança tinha o sonho de ser cantora.
Ensaiava sozinha em casa, colocando um panelão na cabeça, que servia como retorno sonoro.

Em 1959 toma conhecimento do trabalho de João Gilberto no rádio, descobrindo sua influência musical.
Na adolescência, trabalhou na loja de discos do jornalista Roni.
Através deste emprego, sabia de todas as novidades musicais da época, e tornou-se fã da bossa nova.

Em 1963 conheceu Caetano Veloso, que o apresentou à sua irmã Maria Bethânia e Gilberto Gil.
Estreou como cantora em junho de 1964, no show "Nós por exemplo", que marcou a inauguração do Teatro Vila Velha, em Salvador, atuando ao lado de Caetano Veloso, Tom Zé, Maria Bethânia, Djalma Correa, Alcivando Luz, Pitti, Fernando Lona e Gilberto Gil.
Nesse ano, o grupo ainda apresentou, no mesmo teatro, o show "Nova bossa velha, velha bossa nova".

Em 1965 seguiu para o Rio de Janeiro, e realiza sua primeira gravação, no primeiro disco de Maria Bethânia, a música "Sol negro"(Caetano Veloso), seguido de seu primeiro compacto, com "Eu vim da Bahia" de Gil e "Sim, foi você" de Caetano.
Nesse mesmo ano, participou, ao lado dos baianos dos espetáculos "Arena canta Bahia" e "Em tempo de guerra", ambos dirigidos por Augusto Boal, em São Paulo.

Em 1966, participou do I Festival Internacional da Canção (FIC), promovido pela TV Rio, interpretando a música "Minha Senhora", de Gilberto Gil e Torquato Neto.
Uma vez inserida no meio artístico carioca, foi apresentada, por Chico Buarque, ao produtor Marcos Lázaro, que acertou sua participação nos programas de televisão de grande sucesso na época: "Fino da Bossa" e "Agnaldo Rayol Show".
Foi nesse momento que o produtor Guilherme Araújo sugeriu a mudança de seu nome artístico de Maria das Graças para Gal Costa.

Em 1967, gravou seu primeiro LP, "Domingo", lançado no mesmo ano, pela Philips, ao lado de Caetano Veloso, que traz o primeiro sucesso de ambos, "Coração vagabundo" (Caetano Veloso).
A produção desse disco ficou por conta de Dori Caymmi.
Nesse mesmo ano, participou do III Festival da Música Popular Brasileira, defendendo ao lado do cantor Sílvio César a canção "Dada Maria", de Renato Teixeira.


Em 1968, participou da gravação de "Tropicália ou Panis et Circencis", disco manifesto tropicalista ao lado de Caetano, Gil, Mutantes e Nara Leão, onde Gal gravou "Baby", transformando-a  num dos clássicos da MPB e seu primeiro sucesso solo.
Nessa época Gal conhece o trabalho de Janis Joplin, que a iria influenciar muito durante os anos que se seguiram.
A partir daí, seguindo uma tendência do movimento tropicalista liderado por Caetano Veloso e Gilberto Gil, deixou o cabelo crescer e adotou um estilo mais agressivo no seu modo de cantar, contrário ao estilo bossa-novista anterior.

Foi assim que, em 1968, defendeu a composição de Gilberto Gil e Caetano Veloso, "Divino Maravilhoso", no IV Festival de Música Popular Brasileira, recebendo a terceira colocação.
Foi considerada, pela crítica da época, a musa do Tropicalismo, alcançando grande popularidade.


No ano seguinte, gravou seu primeiro LP individual, "Gal Costa", lançado pela Philips.
O sucesso foi imediato, ficando as faixas "Não identificado", de Caetano Veloso, e "Que pena", de Jorge Ben, além de "Baby" e "Divino maravilhoso", mais de três meses nas paradas de sucesso.
Ainda em 1969, gravou seu segundo LP, "Gal", onde gravou a antológica "Meu nome é Gal", música de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, feita em sua homenagem, além de "Cinema Olympia" (Caetano Veloso).

Em 1970 Gal foi a Londres para visitar Caetano, Gil, que estavam exilados.
Ao retornar ao Brasil traz na bagagem músicas inéditas de Caetano ("London London") e Gil ("Mini-mistério").
Essas músicas farão parte do repertório do seu novo disco, "LeGal", lançado no mesmo ano, além de "Deixa sangrar" (Caetano Veloso)e do samba "Falsa baiana (Geraldo Pereira).
Estreou, ainda, o show "Deixa sangrar", no Teatro Opinião (RJ), com direção de Jards Macalé.

Em 1971, participou, ao lado de João Gilberto e Caetano Veloso, de um programa da TV Tupi de São Paulo.
Realiza a temporada do show "Fa-Tal", dirigido por Way Salomão, de onde sai o álbum duplo ao vivo "Fa Tal - Gal a TodoVapor", que incluía os sucessos "Pérola Negra", de Luís Melodia, "Como dois e dois", de Caetano Veloso, e "Sua estupidez", de Roberto e Erasmo e "Antonico", de Ismael Silva.

Em 1973 estreou, sob a direção de Waly Salomão "Índia".
Com esse espetáculo, que viria a confirmar seu sucesso, percorreu o circuito universitário, que compreendeu a maioria das cidades do interior de São Paulo e Paraná.
O LP "Índia" foi lançado em outubro de 1973 e, no repertório alguns sucessos, como "Índia" (J.A. Flores - M.O. Guerrero - versão de José Fortuna), "Volta" (Lupicínio Rodrigues) e "Desafinado" (Tom Jobim - Newton Mendonça).
Nesse mesmo ano grava, ao lado de Maria Bethânia, "Oração de Mãe Menininha", de Dorival Caymmi, registrada no LP "Phono 73" com grande sucesso.
Nesse ano, ainda, apresentou-se, ao lado de Gilberto Gil, no MIDEM, em Cannes, França.

Em 1974, lançou, ao lado de Gil e Caetano, o show e LP "Temporada de verão", apresentado na Bahia e São Paulo.
Também em 1974, gravou o LP "Cantar", com direção de Caetano Veloso, trazendo "Barato total" (Gilberto Gil), "A rã" (João Donato - Caetano Veloso), "Flor de maracujá" e "Até quem sabe" (ambas de João Doanto e Lysias Enio) como os destaques principais.
Lançou em compacto a canção "Teco teco" (pereira da Costa - Mílton Vilella).

Em 1975, sua gravação para a música "Modinha para Gabriela", de Dorival Caymmi, foi tema da novela "Gabriela", apresentada no horário nobre da TV Globo.
O grande sucesso que a música alcançou gerou o LP "Gal canta Caymmi", contendo, exclusivamente, composições do mestre baiano.

O disco, produzido por Perinho Albuquerque, foi lançado em 1976.
As músicas "Só louco", "Nem eu", "São Salvador" e "Vatapá"  fizeram grande sucesso.
Nesse mesmo ano, apresentou-se, ao lado de Caymmi, em show produzido por Guilherme Araújo.
Também em 1976, reuniu-se com Maria Bethânia, Gilberto Gil e Caetano Veloso para realizar o show Os Doces Bárbaros, batendo o recorde de bilheteria da época.
Desse show foi gerado um álbum duplo ao vivo "Doces Bárbaros", lançado no mesmo ano.

Em junho de 1977 estreia o show "Com a boca no mundo", que gerou o LP "Caras e bocas", que incluiu os sucessos "Tigresa", de Caetano Veloso e "Negro amor, versão de Caetano e Péricles Cavalcanti para "It´s all over now, baby blue".

Em 1978 recebeu da Associação Brasileira de Produtores de Discos, o Prêmio Villa-Lobos, na categoria Melhor Cantora. Em setembro desse ano, lançou o LP "Água viva", com o qual ganhou seu primeiro Disco de Ouro.
Nesse disco gravou, pela primeira vez, músicas de Chico Buarque, a música "Folhetim", que fez um imenso sucesso. Outros destaques do disco foram "Olhos verdes (Vicente Paiva), Paula e Bebeto (Mílton Nascimento e  Caetano Veloso) e "Mãe" (Caetano Veloso).
No final de 1978 participou da gravação da faixa "Sonho meu" (Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho) do LP "Álibi", de Maria Bethânia, que se tornou o maior sucesso de 1979.


No dia 11 de janeiro de 1979, estreou, no Teatro dos Quatro (RJ), um dos shows mais marcantes de toda a sua carreira: "Gal Tropical".
O show ficou em cartaz durante todo o ano, sempre com casa lotada, sendo apresentado, posteriormente, em São Paulo, no Norte e Nordeste do país e no exterior: Com o LP homônimo ganhou seu segundo Disco de Ouro e uma coleção de sucessos: "Balancê" (João de Barro - Alberto Ribeiro), "Força estranha" (Caetano Veloso), "Estrada do sol" (Tom Jobim - Dolores Duran), "Noites cariocas" (Jacob do Bandolim - Hermínio Bello de Carvalho), além das regravações de "Índia" e "Meu nome é Gal", ambas com sucesso.

Em 1980, ganhou seu terceiro Disco de Ouro, com o LP "Aquarela do Brasil", no qual gravou somente músicas de Ary Barroso, com destaque para "Aquarela do Brasil", "Na Baixa do sapateiro", "Faceira", "Camisa amarela" (Todas de Ary), "É luxo só" (Ary Barroso - Luiz Peixoto) e "No tabuleiro da baiana" (Ary Barroso), esta em dueto com Caetano Veloso.

No ano seguinte, participou do especial para a televisão "Grandes Nomes" (Rede Globo), com direção de Daniel Filho. Nesse programa, teve como convidada a cantora Elis Regina, na interpretação inesquecível de "Amor até o fim", de Gilberto Gil, que cantaram juntas.
Além disso, realizou temporada de quatro meses no Canecão com o show "Fantasia", que foi um fracasso de críticas.


O LP "Fantasia" foi lançado no mesmo ano e lhe valeu o Prêmio de Melhor Cantora, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), mais um Disco de Ouro e o primeiro Disco de Platina de sua carreira.
Nesse disco mais um punhado de sucessos: "Festa do interior" (Moraes Moreira - Abel Silva), "Meu bem meu mal" (Caetano Veloso), "Açaí" e "Faltando um pedaço" (ambas de Djavan), "Canta Brasil" (David Nasser - Alcir Pires Vermelho), "Massa real" (Caetano Veloso) e "O amor" (Ney Costa Santos - Caetano Veloso - Vladimir Mayakovski).

Em 1982, estreou o show "Festa do Interior" no Maracanãzinho (RJ), para um público de mais de 25 mil pessoas.
O show, dirigido por Waly Salomão, excursionou pelo Brasil e encerrou sua temporada nacional na comemoração do XXII Aniversário de Brasília, para um público de mais de 300 mil pessoas.
Em 1982 lança o LP "Minha Voz", com os sucessos "Azul" (Djavan), "Dom de iludir" e "Luz do sol (ambas de Caetano Veloso), Bloco do prazer (Moraes Moreira - Fausto Nilo) e "Pegando fogo" (José Maria de Abreu - Francisco Mattoso).

Em 1983 faz o LP "Baby Gal", com destaque para "Mil perdões" (Chico Buarque) e a regravação de "Baby" (Caetano Veloso), estreando logo em seguida o show de mesmo nome.
É convidada por Tom Jobim para gravar com ele as partes cantadas da trilha sonora do filme "Gabriela", da Metro, estrelado por Sonia Braga e Marcello Mastroianni.
Assina contrato com a RCA em 1984, gravando o disco "Profana", com os sucessos "Vaca profana" (Caetano Veloso), "Chuva de prata" (Ed Wilson e Ronaldo Bastos) e "nada mais (Lately)" (Stevie Wonder - versão de Ronaldo Bastos).

Em 1985 sai o LP "Bem Bom", com os sucessos "Sorte" (Ronaldo Bastos - Celso Fonseca)m em dupla com Caetano Veloso, e "Um dia de domingo" (Michael Sullivan - Paulo Massadas), com Tim Maia.

Em 1987 sai o LP "Lua de Mel Como o Diabo Gosta", considerado pela crítica o mais fraco de toda a sua trajetória, apesar de alguns sucessos como "Lua de mel" (Lulu Santos) e "me faz bem" (Mílton Nascimento - Fernando Brant).

No início de 1988 estréia o show "Lua de Mel Como o Diabo Gosta", que assim como o disco não empolgou a crítica. Apesar disso, recebe o prêmio Sharp de melhor cantora do ano.
Nesse ano grava "Brasil" (Cazuza - Nilo Romero - George Israel) para a abertura da novela da Rede Globo "Vale tudo", se tornando a música um grande sucesso.

Em 1990, lançou, pela BMG, o disco "Plural", retomando sua carreira com boas críticas, e o sucesso de "Alguém me disse" (Jair Amorim - Evaldo Gouveia) e "Cabelo" (Jorge Benjor - Arnaldo Antunes).

Em 1994, reuniu-se com Gilberto Gil, Caetano Veloso e Maria Bethânia, na quadra da escola de samba Mangueira, para o show "Doces Bárbaros na Mangueira", que comemorou os 18 anos dos Doces Bárbaros.
Nesse mesmo ano, a escola os homenageou com o samba enredo "Atrás da verde e rosa só não vai quem já morreu". Em 1994, lançou o disco "O sorriso do gato de Alice", com destaque para "Nuvem negra" (Djavan), estreando show , com direção de Gerald Thomas, em seguida.
O espetáculo causou polêmica com a encenação da cantora, que entrava no palco quase se arrastando no chão e, ao cantar "Brasil", de Cazuza, mostrava os seios nus à platéia.
Com esse trabalho, ganhou os prêmios Sharp e APCA do ano.

Em 1995, lançou "Mina d'água do meu canto", trazendo apenas composições de Chico Buarque e Caetano Veloso.


Em 1997, gravou o CD "Acústico MTV", cantando ao lado de diversos convidados como Herbert Vianna, no sucesso "Lanterna dos afogados" (Hebert Vianna).
Lançou, no ano seguinte, o CD "Aquele frevo axé" e, em 1999, um disco duplo "Gal Costa Canta Tom Jobim Ao Vivo", com arranjos de Cristovão Bastos, cujo show de lançamento percorreu o Brasil, depois de estrear no Metropolitan (atual ATL Hall), na Barra da Tijuca (RJ).

Em 2001, gravou o CD "Gal de tantos amores", contendo a música "Caminhos do mar" (Dorival Caymmi, Danilo Caymmi e Dudu Falcão).
Nesse mesmo ano, foi incluída no Hall of Fame do Carnegie Hall, após participar do show "40 anos de Bossa Nova", em homenagem a Tom Jobim, ao lado de César Camargo Mariano e outros artistas.

Em 2002, lançou o CD "Bossa tropical", no qual registrou a faixa "Socorro" (Alice Ruiz e Arnaldo Antunes) com certo destaque.
No dia 8 de dezembro desse mesmo ano, apresentou-se para 100.000 pessoas na Praia de Copacabana (RJ), ao lado de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Maria Bethânia, no show "Doces Bárbaros", que encerrou o projeto "Pão Music".

Em 2003 lançou o CD "Todas as coisas e eu", contendo clássicos da MPB, como "Nossos momentos" (Haroldo Barbosa - Luis Reis), que fez sucesso.
Dois anos depois, em 2005, lançou pela gravadora Trama o CD "Hoje", produzido por César Camargo Mariano, onde Gal reuniu várias canções novas de compositores pouco conhecidos do grande público, tendo se destacado "Mar e sol" (Carlos Rennó e Lokua Kanza).

Em maio de 2006 realiza uma pequena temporada na casa de shows Blue Note, em Nova York, espetáculo que é gravado e lançado em setembro no CD "Gal Costa Live At The Blue Note", lançado especialmente para os mercados americano e japonês e inédito no Brasil e recheado com clássicos da MPB já gravados por Gal em seus discos brasileiros.
Nesse mesmo mês Gal se apresenta no Blue Note de Tóquio, show realizado no dia de seu aniversário.
Em novembro do mesmo ano, lança pela gravadora Trama o CD e DVD "Gal Costa Ao Vivo", gravados durante a temporada do show "Hoje".

Nos anos seguintes Gal Costa se afasta dos estúdios, viajando pelo Brasil e exterior apresentando shows de voz e violão com grandes sucessos de sua carreira.
Também adotou um filho nesse período, Gabriel.
O disco seguinte de Gal foi lançado somente em 2011, "Recanto", produzido e com todas as músicas compostas por Caetano Veloso, surpreendendo as expectativas por conta dos arranjos com bases eletrônicas.

Em 2012 Gal estreou o show "Recanto", apontado pela crítica um dos melhores do ano.
O show foi gravado e lançado em CD e DVD em 2013.
Considerada uma das cantoras mais afinadas da MPB, Gal Costa se projetou não apenas como excelente intérprete, mas também como emblema da década de 70, quando era considerada musa da juventude brasileira.


Discografia:
Fonte: letras.mus.br

Recanto (2011)

  1. Recanto Escuro
  2. Cara do Mundo
  3. Autotune Autoerótico
  4. Tudo Dói
  5. Neguinho
  6. O Menino
  7. Madredeus
  8. Sexo e Dinheiro
  9. Miami Maculelê
  10. Segunda
Recanto
10 Faixas Lançamento: 2011 Gravadora: Universal Music

Legal (2006)

  1. Eu Sou Terrível
  2. Língua do P
  3. Love Try, and Die
  4. Mini-Mistério
  5. Acau
  6. Hotel das Estrelas
  7. Deixa Sangrar
  8. The Archaic Lonely Star Blues
  9. London, London
  10. Falsa Baiana
Legal
10 Faixas Lançamento: 2006

Índia (2005)

  1. Índia
  2. Milho Verde
  3. Presente Cotidiano
  4. Volta
  5. Relance
  6. Da Maior Importância
  7. Passarinho
  8. Pontos de Luz
  9. Desafinado
Índia
9 Faixas Lançamento: 2005

Divino Maravilhoso (2005)

Disco 1

  1. Coração Vagabundo - com Caetano Veloso
  2. Avarandado
  3. Clara - com Caetano Veloso
  4. Mamãe Coragem
  5. Baby - com Caetano Veloso
  6. Divino Maravilhoso
  7. Cinema Olympia
  8. Saudosismo
  9. Não Identificado
  10. London, London
  11. Como 2 e 2: ao Vivo
  12. Você Não Entende Nada
  13. Barato Modesto
  14. Deixa Sangrar
  15. Os Mais Doces Bárbaros: ao Vivo
  16. Sem Grilos
  17. O Bater no Tambor
  18. Massa Real

Disco 2

  1. Força Estranha
  2. Minha Voz, Minha Vida
  3. Meu Bem, Meu Mal
  4. Dom de Iludir
  5. A Mulher
  6. A R
  7. Luz do Sol
  8. Tapete Mágico
  9. Tigresa
  10. Qual é, Baiana?
  11. Da Maior Importância
  12. Sutis Diferenças
  13. Paula e Bebeto
  14. Eu Te Amo: ao Vivo
  15. Caras e Bocas
  16. Mãe
  17. Lua, Lua, Lua, Lua
  18. O Amor
Divino Maravilhoso
36 Faixas Lançamento: 2005

Novo Millennium: Gal Costa (2005)

  1. Meu Nome é Gal
  2. Desde que o Samba é Samba
  3. Força Estranha
  4. Azul
  5. Só Louco
  6. Festa do Interior
  7. Tigresa
  8. Balanc
  9. Você Não Entende Nada
  10. Folhetim
  11. Volta
  12. Baby
  13. Aquarela do Brasil
  14. London London
  15. Índia
  16. De Amor Eu Morrerei
  17. Modinha pra Gabriela
  18. Vapor Barato
  19. Sua Estupidez
  20. Que Pena (Ele Já Não Gosta Mais de Mim)
Novo Millennium: Gal Costa
20 Faixas Lançamento: 2005

Participação Especial (2005)

  1. SORTE COM CAETANO VELOSO
  2. SONHO MEU COM MARIA BETHANIA
  3. TEMA DE AMOR DE GABRIELA COM TOM JOBIM
  4. AÇAÍ COM ROUPA NOVA
  5. ORAÇÃO DE MÃE MENININHA COM MARIA BETHANIA
  6. NO TABULEIRO DA BAIANA COM CAETANO VELOSO
  7. DETALHES COM ERASMO CARLOS
  8. SEBASTIANA COM GILBERTO GIL
  9. PEDAÇO DE MIM COM FRANCIS HIME
  10. CORAÇÃO VAGABUNDO COM CAETANO VELOSO
  11. SOLAR ( AO VIVO ) COM MILTON NASCIMENTO
  12. O GOSTO DO AMOR COM LUIZ GONZAGA
  13. ESTRELA ESTRELA COM IVAN LINS
  14. PAÍS TROPICAL COM GILBERTO GIL E CAETANO VELOSO
Participação Especial
14 Faixas Lançamento: 2005

Gal Costa: Novelas (2005)

  1. Modinha Para Gabriela - Gabriela
  2. Canta Brasil - Deus nos Acuda
  3. Brilhante - Meu Bem, Meu Mal
  4. O Amor - Anjo de Mim
  5. Dom de Iludir - Louco Amor
  6. Verbos do Amor - Final Feliz
  7. Baby - Transas e Caretas
  8. Nada Mais (Lately) - Corpo a Corpo
  9. Chuva de Prata - Um Sonho a Mais
  10. Nossos Momentos - Celebridade
  11. Solidão - O Dono do Mundo
  12. Futuros Amantes - História de Amor
  13. Caminhos do Mar - Porto dos Milagres
  14. Brasil - Vale Tudo
Gal Costa: Novelas
14 Faixas Lançamento: 2005

Hoje (2005)

  1. Mar e Sol
  2. Voyeur
  3. Pra que Cantar
  4. Te Adorar
  5. Santana
  6. Hoje
  7. Jurei
  8. Logus-P
  9. Luto
  10. Nada a Ver
  11. Saudosismo
  12. Sexo e Luz
  13. Embebedado
  14. Um Passo A Frente
Hoje
14 Faixas Lançamento: 2005

Jovens Talentos & Gal Costa + Sacolinha Submarino (2005)

Disco 1

  1. Caderninho - Alex Jr
  2. Foi Assim - Hevelyn Costa
  3. Querida - Mayck e Lyan
  4. Vem Quente que Eu Estou Fervendo - Twiggy
  5. Esqueça - Mateus Brunette
  6. Sonho Lindo - Thalita Bardini
  7. Ternura - Natália Bianca
  8. Como Vai Você - Adair Cardoso
  9. Meu Primeiro Amor - Bruno Pinheiro
  10. Eu Já Nem Sei - Ramon
  11. Feche os Olhos - Os Borrachinhas
  12. Eu Daria Minha Vida - Larissa Lima
  13. Nossa Canção - Geislaine

Disco 2

  1. Mar e Sol
  2. Voyeur
  3. Pra que Cantar
  4. Te Adorar
  5. Santana
  6. Hoje
  7. Jurei
  8. Logus-P
  9. Luto
  10. Nada a Ver
  11. Saudosismo
  12. Sexo e Luz
  13. Embebedado
  14. Um Passo A Frente
Jovens Talentos & Gal Costa + Sacolinha Submarino
27 Faixas Lançamento: 2005

Maxximum: Gal Costa (2005)

  1. Vaca Profana
  2. Onde Está o Dinheiro?
  3. Todo Amor Que Houver Nessa Vida
  4. 70 Neles
  5. Lua de Mel
  6. Cabelo
  7. Alguém Me Disse
  8. Nuvem Negra
  9. Alcohol
  10. Odara
  11. Vapor Barato (Versão Acústica)
  12. Baby
  13. Desafinado
  14. A Felicidade
  15. Anos Dourados
  16. Caminhos do Mar
Maxximum: Gal Costa
16 Faixas Lançamento: 2005

A Arte de Gal Costa (2004)

  1. Avarandado
  2. Candeias
  3. Coração Vagabundo (cifrada)
  4. Não Identificado
  5. Baby
  6. London, London
  7. Sua Estupidez
  8. Volta
  9. Relance
  10. Modinha Pra Gabriela
  11. Minha Senhora
  12. Divino, Maravilhoso
  13. Que Pena (Ele Já Não Gosta Mais De Mim)
  14. Barato Total
  15. Você Não Entende Nada
  16. Falsa Baiana
  17. Flor De Maracuj
  18. Sebastiana
  19. Teco Teco
  20. Meu Nome É Gal
A Arte de Gal Costa
20 Faixas Lançamento: 2004

I Love MPB: Gal Costa (2004)

  1. O Amor
  2. Desafinado
  3. Sua Estupidez - Ao Vivo
  4. Nem Eu
  5. Eternamente
  6. Meu Bem, Meu Mal
  7. Estrada Do Sol
  8. Só Louco
  9. Volta
  10. Pérola Negra
  11. Faltando Um Pedaço
  12. Olha
  13. Força Estranha
  14. De Amor Eu Morrerei
I Love MPB: Gal Costa
14 Faixas Lançamento: 2004

Baby Gal (2004)

  1. Mil Perdões
  2. Sutis Diferenças
  3. Bahia de Todas as Contas
  4. Sim ou Não
  5. Grande Final
  6. Rumba Louca
  7. Olhos do Coração
  8. De Flor em Flor
  9. Eternamente
  10. Baby
Baby Gal
10 Faixas Lançamento: 2004

Gal Canta Caetano (2004)

  1. Vaca Profana
  2. Baby
  3. Tropicália
  4. Milagre Do Povo
  5. Bahia, Minha Preta
  6. O Quereres
  7. Tenda
  8. O Amor
  9. Lingua
  10. Abandono
  11. Você Não Gosta De Mim
  12. Força Estranha
  13. Nua Idéia
  14. Sorte
Gal Canta Caetano
14 Faixas Lançamento: 2004

Revisitada - Vol. 2 (2004)

  1. Saudosismo
  2. Flor de Maracuj
  3. Festa de Rua
  4. Noites Cariocas
  5. Tigresa
  6. Lágrimas Negras
  7. The Archaic Lonely Star Blues
  8. Baby - Com Caetano Veloso
  9. Se Você Pensa
  10. Língua Do P
  11. Maria Joana
  12. Desafinado
  13. Mãe
  14. Eternamente
Revisitada - Vol. 2
14 Faixas Lançamento: 2004

Gal Revisitada (2003)

  1. Minha Voz, Minha Vida
  2. Candeias
  3. Não Identificado
  4. Que Pena - Com Caetano Veloso
  5. Sebastiana - Com Gilberto Gil
  6. Hotel Das Estrelas
  7. Sua Estupidez
  8. Falsa Baiana
  9. Presente Cotidiano
  10. Canção Que Morre No Ar
  11. Só Louco
  12. Olhos Verdes
  13. Folhetim
  14. Faceira
  15. Meu Nome É Gal
Gal Revisitada
15 Faixas Lançamento: 2003

Todas As Coisas E Eu (2003)

  1. Linda Flor (Yayá) (Ai, Yoyô)
  2. Sábado Em Copacabana/Copacabana
  3. Nossos Momentos
  4. Pra Machucar Meu Coração
  5. Dono Dos Teus Olhos
  6. Brigas
  7. Fim De Caso
  8. Nervos De Aço
  9. Alguém Como Tu
  10. Ave-Maria No Morro
  11. Chora Tua Tristeza
  12. Kalu
  13. Folhas Secas
  14. E Daí? (Proibição Inputil E Ilegal)
  15. O Orvalho Vem Caindo/Fita Amarela/Até Amanhã
Todas As Coisas E Eu
15 Faixas Lançamento: 2003

Gal Bossa Tropical (2003)

  1. Socorro
  2. The Fool On The Hill
  3. Onde Deus Possa Me Ouvir
  4. Mulher (Sexo Frágil)
  5. Quando Eu Fecho Os Olhos
  6. Desde Que O Samba É Samba
  7. Epitáfio
  8. As Time Goes By
  9. Ovelha Negra
  10. Marcianita
  11. O Amor Em Paz
  12. Cada Macaco No Seu Galho (Cho Chuá)
Gal Bossa Tropical
12 Faixas Lançamento: 2003

Cantar (2002)

  1. Barato Total
  2. A R
  3. Lua, Lua, Lua, Lua
  4. Canção que Morre no Ar
  5. Flor de Maracuj
  6. Flor do Cerrado
  7. Jóia
  8. Até quem Sabe
  9. o Céu e o Som
  10. Lágrimas Negras
  11. Chululu
Cantar
11 Faixas Lançamento: 2002

Duetos (2002)

  1. Dos Meus Braços Tu Não Sirás - Com Nelson Gonçalve
  2. Ilusão À Toa - Com Johnny Alf
  3. Mania De Você - Com Rita Lee
  4. O Cu Do Mundo - Com Caetano Veloso
  5. Biscate - Com Chico Buarque
  6. Mistérios - Com Joyce
  7. Forró N°1 - Com Luiz Gonzaga
  8. Gaiolas Abertas - Com Wanda S
  9. Saudade Da Bahia - Com Quarteto Em Cy
  10. Alguém Que Olhe Por Mim ( Somente To Watch Over Me
  11. A Luz De Tieta - Com Caetano Veloso
  12. Ponta De Areia - Com Boca Livre
  13. Vida - Com Obina Shok
Duetos
13 Faixas Lançamento: 2002

Minha Voz (2002)

  1. Minha Voz, Minha Vida
  2. Azul
  3. Musa Cabocla
  4. Dom de Iludir
  5. Solar
  6. Borzeguim
  7. Bloco do Prazer
  8. Verbos do Amor
  9. Luz do Sol
  10. Pegando Fogo
  11. Groupie
Minha Voz
11 Faixas Lançamento: 2002

Água Viva (2002)

  1. Olhos Verdes
  2. Folhetim
  3. De Onde Vem o Baião
  4. O Bem do Mar
  5. Mãe
  6. Vida de Artista
  7. Paula e Bebeto
  8. A Mulher
  9. Pois
  10. Qual é, Baiana?
  11. Cad
  12. O Gosto do Amor
Água Viva
12 Faixas Lançamento: 2002

Gal de Tantos Amores (2001)

  1. Outra Vez
  2. A Última Estrofe
  3. Que Pena
  4. Dama Sofisticada
  5. Folhetim
  6. Contigo Aprendi
  7. Índia
  8. Abandono
  9. Que Maravilha
  10. Apaixonado
  11. O Amor
  12. Força Estranha
  13. Caminhos Do Mar
Gal de Tantos Amores
13 Faixas Lançamento: 2001

Série sem Limite (2001)

Disco 1

  1. Festa Do Interior
  2. Só Louco
  3. Meu Bem, Meu Mal
  4. Açaí
  5. Falsa Baiana
  6. Vapor Barato/Flor Da Pele
  7. Baby
  8. Olha
  9. Dom De Iludir
  10. Força Estranha
  11. Camisa Amarela
  12. Estrada Do Sol
  13. São Salvador
  14. Faltando Um Pedaço
  15. Balanc

Disco 2

  1. Folhetim
  2. Tigresa
  3. Vatap
  4. Pérola Negra
  5. Barato Total
  6. Índia
  7. Negro Amor
  8. Luz Do Sol
  9. Volta
  10. No Tabuleiro Da Baiana
  11. London, London
  12. Sua Estupidez
  13. Desafinado
  14. Charles, Anjo 45
  15. Pegando Fogo
Série sem Limite
30 Faixas Lançamento: 2001

Minha Voz, Minha Vida (2001)

  1. Minha Voz, Minha Vida
  2. Noites Cariocas
  3. A R
  4. Faltando Um Pedaço
  5. Dez Anos
  6. Negro Amor
  7. Já Era Tempo
  8. Mil Perdões
  9. Qual É Baiana?
  10. Juventude Transviada
  11. Borzeguim
  12. Falsa Baiana
  13. Verbos Do Amor
  14. Camisa Amarela
Minha Voz, Minha Vida
14 Faixas Lançamento: 2001

Caras & Bocas (2000)

  1. Caras e Bocas
  2. Me Recuso
  3. Louca Me Chamam
  4. Clari
  5. Minha Estrela é do Oriente
  6. Tigresa
  7. Negro Amor
  8. Meu Doce Amor
  9. Solitude
  10. Um Favor
Caras & Bocas
10 Faixas Lançamento: 2000

Gal Canta Tom Jobim: ao Vivo (1999)

Disco 1

  1. Fotografia
  2. Por Causa de Você
  3. Garota de Ipanema
  4. Derradeira Primavera
  5. Wave
  6. Estrada do Sol
  7. Brigas Nunca Mais
  8. Piano na Mangueira
  9. Esquecendo Você
  10. Se Todos Fossem Iguais a Você
  11. Chega de Saudade
  12. Samba do Avião

Disco 2

  1. Anos Dourados
  2. Desafinado
  3. Corcovado
  4. Lígia
  5. Tema de Amor de Gabriela
  6. Janelas Abertas
  7. Bonita
  8. Triste
  9. Chovendo na Roseira
  10. Falando de Amor
  11. A Felicidade
  12. Frevo
Gal Canta Tom Jobim: ao Vivo
24 Faixas Lançamento: 1999

Millennium: Gal Costa (1999)

  1. Azul
  2. Folhetim
  3. Força Estranha
  4. Tigresa
  5. Bloco do Prazer
  6. Volta
  7. O Amor
  8. Dom de Iludir
  9. Mãe
  10. Trem das Onze ( Ao Vivo )
  11. Só Louco
  12. Balancê
  13. Eternamente
  14. Samba Rasgado (cifrada)
  15. Luz dos Sol
  16. Pérola Negra
  17. Baby
  18. Divino Maravilhoso
  19. Olha
  20. Aquarela do Brasil
Millennium: Gal Costa
20 Faixas Lançamento: 1999

Acústico MTV - Gal Costa (1997)

  1. Baby
  2. Coração Vagabundo (cifrada)
  3. Não Identificado
  4. London, London
  5. Só Louco
  6. Barato Total
  7. Lanterna Dos Afogados
  8. Teco Teco
  9. Pérola Negra
  10. Sua Estupidez
  11. Falsa Baiana
  12. Camisa Amarela
  13. Vapor Barato
  14. Você Não Entende Nada
  15. Paula e Bebeto
  16. Aquarela Do Brasil
Acústico MTV - Gal Costa
16 Faixas Lançamento: 1997

Gal Tropical (1990)

  1. Samba Rasgado (cifrada)
  2. Noites Cariocas (Minhas Noites sem Sono)
  3. Índia
  4. Estrada do Sol
  5. A Preta do Acaraj
  6. Dez Anos (Diez Anos)
  7. Força Estranha
  8. Olha
  9. Juventude Transviada
  10. Balancê
  11. O Bater do Tambor
  12. Meu Nome é Gal
Gal Tropical
12 Faixas Lançamento: 1990

Meu Nome é Gal (1990)

  1. Luz Do Sol
  2. Açaí
  3. London, London
  4. Meu Nome É Gal
  5. Não Identificado
  6. Meu Bem, Meu Mal
  7. Folhetim
  8. Modinha Para Gabriela
  9. Força Estranha
  10. Canta Brasil (cifrada)
  11. Índia
  12. Só Louco
  13. Dom De Iludir
  14. Baby
  15. Oração De Mã Menininha
  16. Teco Teco
  17. Bloco Do Prazer
  18. Pegando Fogo
  19. Balanc
  20. Festa Do Interior
Meu Nome é Gal
20 Faixas Lançamento: 1990

Aquarela do Brasil (1990)

  1. É Luxo Só
  2. Já Era Tempo
  3. Camisa Amarela
  4. Na Baixa do Sapateiro
  5. Folha Morta
  6. No Tabuleiro Da Baiana
  7. Jogada Pelo Mundo
  8. Inquietação
  9. Tu
  10. Faceira
  11. Faceira
  12. Novo Amor
  13. Aquarela do Brasil
Aquarela do Brasil
13 Faixas Lançamento: 1990

Fa-Tal - Gal a Todo Vapor (1971)

  1. Fruta Gogoia
  2. Charles Anjo 45
  3. Como 2 e 2
  4. Coração Vagabundo
  5. Falsa Baiana
  6. Antonico
  7. Sua Estupidez
  8. Fruta Gogoia
  9. Vapor Barato
  10. Dê um Rolê
  11. Pérola Negra
  12. Mal Secreto
  13. Como 2 e 2
  14. Hotel das Estrelas
  15. Assum Preto
  16. Bota a Mão nas Cadeiras
  17. Maria Bethânia
  18. Chuva, Suor e Cerveja
  19. Luz do Sol
Fa-Tal - Gal a Todo Vapor
19 Faixas Lançamento: 1971

Gal Canta Caymmi (1971)

  1. Vatap
  2. Festa De Rua
  3. Nem Eu
  4. Pescaria (Canoeiro)
  5. O Vento
  6. Rainha Do Mar
  7. Só Louco
  8. São Salvador
  9. Dois De Fevereiro
Gal Canta Caymmi
9 Faixas Lançamento: 1971

Aquele Frevo Ax (1971)

  1. Imunização Racional ( Que Beleza )
  2. A Voz Do Tambor
  3. Aquele Frevo Axé
  4. Esquadros
  5. Assum Branco
  6. Amor De Juventud
  7. Aguarte Agora
  8. Qui Nem Gil
  9. Voc
  10. Você Não Gosta De Mim
  11. Habib
  12. Quase Um Segundo
  13. Calling You
  14. Sertão