JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

terça-feira, 24 de maio de 2016

Billboard Awards tem homenagem a Prince e retorno de Céline Dion

Fonte: G1.Globo.com
Informações: France Presse
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
Stevie Wonder e Madonna cantam "Purple Rain" durante tributo a Prince no Billboard Awards em Las Vegas (Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)

.
The Weeknd levou oito prêmios e Adele venceu cinco categorias.
Madonna e Stevie Wonder cantaram 'Purple Rain' durante cerimônia.


A premiação Billboard Music Awards foi marcada por momentos de emoção na noite de domingo (22) em Las Vegas, com homenagens a Prince e o retorno de Céline Dion aos palcos depois da morte de seu marido.

Como o prêmio Billboard não é definido por um júri ou integrantes de uma academia, e sim com base nos resultados comerciais e de popularidade, a cerimônia é marcada pelas apresentações dos artistas, mais do que pelo suspense sobre os vencedores.

Assim, a homenagem de Madonna a Prince será mais lembrada que os oito prêmios do cantor The Weeknd ou os cinco de Adele, os dois grandes vencedores da noite.

Antes de Madonna encerrar a premiação, o nome de Prince já havia sido citado por artistas como Wiz Khalifa e Seal, além do próprio The Weeknd.

No fim da noite, Madonna cantou "Nothing Compares 2 U" e depois, ao lado do convidado Stevie Wonder, "Purple Rain".

Mas a apresentação decepcionou muitos fãs e vários internautas criticaram a cantora nas redes sociais. Os espectadores consideraram as versões de Madonna pálidas, afastadas do universo de Prince.

Céline Dion recebeu o prêmio Billboard das mãos do filho mais velho, René-Charles
(Foto: REUTERS/Steve Marcus)

Em outro momento emocionante da noite, a cantora Céline Dion retornou aos palcos após a morte do marido, René Angélil, em abril.

Depois de receber o Billboard Icon Award, um reconhecimento a sua carreira, a cantora canadense interpretou "Show Must Go On" do Queen, em homenagem ao marido.

Muito emocionada, a cantora recebeu o prêmio das mãos do filho mais velho, René-Charles.
 





Nenhum comentário:

Postar um comentário