JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Zélia 'inventa' disco com registro de show de 2015 em que canta Milton


Texto: Mauro Ferreira
Fonte: g1.globo.com
Fotos: Reprodução
Edição e arte: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)



Em maio de 2015, Zélia Duncan fez show na terceira edição do projeto Inusitado – série de espetáculos inusuais criada por André Midani, lendário executivo da indústria fonográfica do Brasil – em que cantou o repertório de Milton Nascimento somente com o toque do violoncelo de Jaques Morelenbaum. Dois anos depois, o show é perpetuado em disco, gravado em estúdio e intitulado Invento mais.



O título Invento mais foi extraído da letra de Cais (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1972), uma das 20 músicas do roteiro original do show. O repertório do álbum inclui músicas como Caxangá (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1977). Se o disco eternizar o show com fidelidade à apresentação de 2015, Zélia faz Ponta de areia (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1974) com ternura, em tom suave, pavimentando o caminho de afeto fraternal que pauta Canção amiga (Milton Nascimento e Carlos Drummond de Andrade, 1978).



Já Morelenbaum vai além do habitual tom lírico do violoncelo, fazendo o instrumento soar como baixo na introdução de Encontros e despedidas (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1981).

Eis o repertório original do show em que Zélia canta Milton com o toque virtuoso do violoncelo de Jaques Morelenbaum:

1. Ponta de areia (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1974)
2. Canção amiga (Milton Nascimento e Carlos Drummond de Andrade, 1978)
3. Encontros e despedidas (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1981)
4. O que foi feito devera (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1978) /
5. O que foi feito de Vera (Milton Nascimento e Márcio Borges, 1978)
6. Canção da América (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1979)
7. Fé cega, faca amolada (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1974)
8. Caxangá (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1977)
9. Beijo partido (Toninho Horta, 1975)
10. Mistérios (Joyce Moreno e Maurício Maestro, 1978)
11. Volver a los 17 (Violeta Parra, 1966)
12. Tudo que você podia ser (Lô Borges e Márcio Borges, 1972)
13. Nada será como antes (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1972)
14. O que será? (À flor da pele) (Chico Buarque, 1976)
15. San Vicente (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1972)
16. Calix bento (tema de Folia de Reis com música e letra adaptada por Tavinho Moura)
17. Peixinho do mar (cantiga de marujada em adaptação de Tavinho Moura)
18. Cravo e canela (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1971)
19. Cais (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos, 1972)
20. Travessia (Milton Nascimento e Fernando Brant, 1967)

(Crédito da imagem: Zélia Duncan e Milton Nascimento em foto de Cristina Granato)





Nenhum comentário:

Postar um comentário