JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Com ingresso a R$ 1, Simone celebra 40 anos de carreira em Brasília



Fonte: G1.Globo.com
Informações: Do G1 DF
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)
 
Cantora Simone (Foto: Divulgação)
Arte final: Jorge Luiz da Silva

Show acontece neste sábado no Ulysses Guimarães; meia custa R$ 0,50.
‘É melhor ser’ tem obras de nome como Rita Lee, Joyce e Dona Ivone Lara.

Comemorando 40 anos de carreira, a cantora Simone se apresenta neste sábado (4) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Com ingressos custando R$ 1 (R$ 0,50 a meia), a artista interpreta composições principalmente de mulheres.

O show recebe o mesmo nome do mais recente álbum da cantora, “É melhor ser”. A concepção do espetáculo é da própria Simone e a direção é da atriz Christiane Torloni.

“Eu queria ter o olhar feminino, queria uma pessoa de teatro, que olhasse para mim e me visse. E foi exatamente o que a Chris fez. Ela é uma pessoa de teatro, uma grande atriz, e tem esse universo que eu queria mostrar. Ela me olhava e me via”, afirma Simone.

A cantora Simone, que comemora 40 anos de carreira com o show
"É melhor ser", em cartaz neste sábado (4) em Brasília
(Foto: Cristina Granato/Divulgação) 

No repertório do disco e do show, canções como “Mulher o suficiente”, de Alzira Espíndola e Vera Lucia Motta, e “Haicai”, de Fátima Guedes. Outras canções de destaque são “Só se for”, parceria de Simone com Zélia Duncan, e “A propósito”, feita pela cantora a partir de uma carta recebida da atriz Fernanda Montenegro.

O espetáculo tem também músicas como “A noite do meu bem”, de Dolores Duran, “Candeeiro”, de Tereza Cristina”, “Canteiros”, de Fagner e Cecília Mireles, “Jura secreta” e “Alma”, ambas de Sueli Costa e Abel Silva, "O tom do amor", de Moska e Zélia Duncan, e “Aquele plano para me esquecer”, de Adriana Calcanhoto.

O disco “É melhor ser” foi gravado em 2013, quando fez 40 anos do lançamento do primeiro álbum de Simone. O trabalho traz também versões de músicas como “Charme do Mundo”, de Marina Lima e Antônio Cícero, “Mutante”, de Rita Lee e Roberto de Carvalho, “Acreditar”, de Dona Ivone Lara e Délcio Carvalho, “Só nos resta viver”, de Ângela Rô Rô, “Os medos”, de Joyce e Rodolfo Stroeter, e “Descaminhos”, de Joanna e Sarah Benchimol – que foi tema da novela "Em família", da TV Globo.

“Acho que nos últimos 40 anos, a partir da década de 1970, houve um florescimento de compositoras. Até então isto não era muito comum, a composição no Brasil era quase exclusiva dos homens. Éramos, tradicionalmente, intérpretes. Houve então uma vontade de homenagear estas mulheres de vanguarda, guerreiras, amantes e, acima de tudo, grandes artistas”, diz.

Os arranjos do show e a direção musical são do maestro Leandro Braga, que dirigiu o CD com Bia Paes Leme. Braga é o pianista da banda de Simone durante a turnê, que tem também João Gaspar (guitarra e violão), Bruno Migliari (baixo), Christiano Galvão (bateria) e André Siqueira (percussão).

A cantora Simone, durante o show "É melhor ser", que comemora 40 anos de carreira (Foto: Cristina Granato/Divulgação) 

A cenografia do espetáculo é assinada por Hélio Eichbauer, que criou móbiles – marca registrada dele – em formato de coração. “Sempre gostei de cantar o amor, acima de tudo. Falar do indivíduo, da natureza humana, e de todos os seus mistérios, sempre foi o cerne do meu ofício de artista”, diz a cantora.

“Sou como uma esponja, absorvo tudo aquilo que observo ao meu redor, filtro através do meu raciocínio, do meu olhar, e devolvo ao mundo através do meu canto. E, das manifestações do ser humano, a mais fundamental, sem dúvida, é o amor em todas as suas possíveis configurações e contextos.”

Simone – É melhor ser

Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Data:
sábado (04/06)
Horário: 21h00
Ingressos: R$ 1,00 (inteira); R$ 0,50 (meia)
Classificação: 12 anos
Informações: (61) 3034-6560






Nenhum comentário:

Postar um comentário