JOLUSI FM (Rádio Web) Clique para ouvir

33Across

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Com cortejo de 16 atrações, abertura oficial do Carnaval acontece pela 1ª vez na quarta



Texto: Juliana Montanha
Fonte: IBahia.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


 Segundo o presidente da Saltur, a abertura será um momento simbólico e histórico




Um encontro multicultural com um pouco de tudo o que vai acontecer no Carnaval. Assim será a abertura oficial da folia momesca, que começa hoje, às 18h, no Centro Histórico. O pôr do sol na Praça Castro Alves será o ponto de partida do desfile de 16 grupos culturais e artistas que seguirão até o Terreiro de Jesus, com parada estratégica na Praça Municipal, onde o prefeito ACM Neto entregará a chave da cidade ao Rei Momo, simbolizando o início da festa. O governador Rui Costa também participará da solenidade.

Pela primeira vez, a abertura oficial acontece na quarta-feira, mudança que deve ser uma tendência para os próximos anos, segundo o presidente da Empresa de Turismo de Salvador (Saltur), Isaac Edington. “A gente viu o que foi o pré-Carnaval e como o público se fez presente. O Fuzuê estava lotado e o Furdunço teve o dobro de pessoas do ano passado, o que nos mostra o quanto o folião aguarda ansioso pelo início da festa”, pontuou Edington, destacando que na Barra, por exemplo, a folia já era antecipada para a quarta-feira.


Segundo o presidente da Saltur, a abertura será um momento simbólico e histórico. “Terá espaço para tudo: fanfarras, blocos de trio, blocos percussivos, baianas, entre outras atrações. É uma representação do que é o Carnaval de Salvador - o maior carnaval de rua do mundo e que não tem comparação com outros, tanto pela quantidade de público, quanto pela diversidade de estilos”, disse. O cortejo é uma retrospectiva  da folia, levando ao público representações que lembram as primeiras batucadas, passando pelas tradicionais fanfarras e chegando ao  trio elétrico.

Reinado
Ansioso pelas próximas horas, o diretor de teatro Nivaldo Nery, o Duzinho, é o Rei Momo da folia. “Receber as chaves da cidade é algo que vejo com muita responsabilidade. Quero ser um Rei Momo do povo, ir até aos bairros, curtir a rua”, disse. Quanto à abertura do Carnaval, além de toda expectativa, Duzinho elogiou a mistura que está por vir. “É um momento para valorizar as manifestações culturais que estarão bem representadas no cortejo inicial”.

A maioria dos 500 músicos que participam da abertura não estarão em trios, fazendo jus ao tema da folia deste ano -
“Vem curtir a rua”.
Quem chegar às 16h na praça do poeta, já poderá conferir a concentração dos artistas.

A abertura do desfile ficará por conta do cantor Carlinhos Brown, que virá a bordo da Caetanave – um pequeno trio elétrico criado por Orlando Tapajós, que saiu pela primeira vez no Carnaval de 1972. A estrutura atual é uma réplica do trio que foi uma homenagem ao retorno do exílio de Caetano Veloso, durante a ditadura militar.  O cacique irá apresentar a canção “Cidade Miscigenada”, em homenagem a Salvador, e passará o comando para a banda Lateral Elétrica, que animará os foliões com antigos frevos e marchinhas.

A Bahia dialoga com as demais cidades do país neste momento em que as músicas instrumentais invadem as ruas. O carnaval baiano retoma também as suas origens com a junção das guitarras baianas e traz as marchinhas elétricas”, contou Brown.


Atrações
Um bandão com 150 músicos liderados pelo maestro Fred Dantas virá na sequência do cortejo, seguido pela Ala de Baianas, Grupo João de Barros, os percussionistas do projeto Quabales e os Pierrots de Plataforma. As cantigas e sambas de roda do grupo As Ganhadeiras de Itapuã também estarão presentes no desfile de abertura. Logo depois, a percussão e dança vão marcar o desfile do Olodum, que estará representado no cortejo por 110 artistas, entre músicos e bailarinos.

As próximas atrações a desfilar serão a Banda Didá, Bonecões do Pelourinho, Wilson Café e os Tambores, e os Mutantes, o Rixô Elétrico de Fred Menendez - que tocará antigos sucessos da Axé Music, e o microtrio de Ivan Huol. Compositor de várias músicas, incluindo o hit do aplicativo Farol, Tierry Coringa puxará um microtrio a partir das 20h20.

Representando a folia momesca dos dias atuais, o cantor Saulo Fernandes encerra o desfile com chave de ouro. Para o desfile oficial de abertura, o cantor levará, para o Centro Histórico,  uma amostra do seu repertório de Carnaval, que embalará baianos e turistas nos próximos dias.




Nenhum comentário:

Postar um comentário