quarta-feira, 30 de abril de 2014

Thiaguinho lança 'Força, raça e fé', sua música para a Copa do Mundo

Fonte: G1 São Paulo
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação itinerante do Blog MUSIBOL)


Vídeo divulgado nesta terça mostra paisagens de várias cidades brasileiras.
'Venha quem vier, é com ousadia, é com alegria', diz trecho da letra.

Thiaguinho
(Foto: Divulgação)

Thiaguinho lançou nesta terça-feira (29) a canção e o clipe de "Força, raça e fé", sua música para a Copa do Mundo.


O vídeo mostra paisagens de várias cidades brasileiras.

Veja a letra da música:

"Só quem veio de lá
Pra saber o que é representar


Colocar o coração na frente
Ir em busca de um sonho
Por um, por todos e por nós.
Vai, vai, vai
Buscar o que é teu e de todos nós
Braços dados, somos fortes, somos mais
Família, tropa, mais que um time
Zica da taça e a taça é o que define
A sintonia nossa, potente, sublime, quente
Maloca é classe tipo um Dorival Caymmi
Meu crime aqui na terra
É a gana dos campos de guerra, tribo
Me mire e me erra, irmão
Vem que eu faço a minha coleção
1, 2, 3 Quantos tem? Tanto faz!
Vem, vai... Manda mais!
Vence aí se for capaz
Um filho teu, não foge a luta não
A hora é essa, vai com o coração
Força, Raça e Fé
Venha quem vier
São 200 milhões de corações, ou mais
Batendo junto nesse momento
É o nosso momento!
Muita Força, Raça e Fé
Venha quem vier
O brasileiro não foge da luta
Vem, mas vem gigante
Porque aqui a gente é assim pelo própria natureza
Força, Raça e Fé
Venha quem vier
Todas as vozes, todo o amor
Toda a fé, toda a energia de um povo
Na chuteira dos nossos meninos
Força, Raça e Fé
Venha quem vier
Isso é Brasil! País do Futebol
Respeita a amarelinha
Força, Raça e Fé
Venha quem vier
É com ousadia, é com alegria

É Força, Raça e Fé Brasil"

domingo, 27 de abril de 2014

Guns N’ Roses pode lançar música nova em 2015


Por: Tate Montenegro. Fonte:Território da Música
Foto: Marcelo Rossi
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)



O Guns N’ Roses encerrou sua turnê no Brasil semana passada, com saldo positivo.
Com a banda entrosada e apresentações que emocionaram os brasileiros, a notícia de que Axl Rose e sua trupe estão preparando lançamentos para o ano que vem faz sentido e deve deixar os fãs ainda mais empolgados.

Na noite de quinta-feira, durante o Revolver Golden Gods Awards (onde o Slayer apresentou sua primeira música sem a participação de Jeff Hanneman), o guitarrista Richard Fortus afirmou que o Guns N’ Roses já começou a trabalhar no sucessor de “Chinese Democracy”, lançado em 2008.

“Estamos trabalhando em algumas coisas e se tudo der certo muito em breve lançaremos coisas novas. Bem, no ano que vem”, afirmou Fortus no tapete vermelho antes do grupo se apresentar com Duff McKagan, baixista da formação original do Guns e Axl Rose ser homenageado com o prêmio “Ronnie James Dio Lifetime Achievement”.

Os integrantes da banda tem gravado demos em suas próprias casas, mas Fortus acrescentou que “estaremos todos juntos em [Las] Vegas, então se tudo der certo durante esse tempo vamos conseguir entrar em uma sala e começar a estabelecer mais algumas coisas”.




Vocalista do Foo Fighters diz que música de Lorde é uma esperança para o pop


Fonte: revistamonet.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


Dave Grohl e Lorde
(Foto: Getty Images)


Dave Grohl afirmou que se sentiu aliviado quando suas filhas começaram a cantar a música de Lorde

Ser comparada ao Nirvana, uma das maiores bandas de rock do mundo, não é para qualquer um. Dave Grohl, vocalista do Foo Fighters, disse em entrevista à revista americana Rolling Stone que ouviu a música da cantora Lorde pela primeira vez quando estava dirigindo "Minhas duas filhas, Violet e Harper, de oito e cinco anos de idade, começaram a cantar junto. Eu fiquei tão feliz e aliviado que as minhas duas meninas estavam cantando uma musica popular no rádio que tinha alguma substância e profundidade, o que eu considero ser saudável para elas como crianças. Sei que soa um pouco paternalista".

Grohl ainda contou que se sentiu aliviado ao escutar a música 'Royals'. Quando decidiu levar um grupo de cantoras para se apresentar com o Nirvana no 'Rock And Roll Hall Of Fame', que aconteceu no dia 10 de abril, nem teve dúvidas de que Lorde caberia perfeitamente. "Há algo nela que lembrava ou se assemelhava  à estética do Nirvana. Ela tem um futuro incrível pela frente como compositora, artista e vocalista", completou.




quarta-feira, 23 de abril de 2014

Biografia de Ian Curtis ganha edição nacional


Por: Lizandra Pronin. Fonte: Território da Música
Foto: alecs-art.blogspot.com / pt.wikipedia.org
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


A Edições Ideal lança no Brasil em breve a biografia de Ian Curtis, ex-vocalista do Joy Division, escrita por sua esposa, Deborah Curtis, "Tocando a distância - Ian Curtis & Joy Division". O livro foi originalmente lançado em 1995 sob o título de "Touching From a Distance - Ian Curtis and Joy Division".

A biografia traz a história de Ian Curtis, seu casamento conturbado, os problemas de depressão e ataques epiléticos e culmina em seu suicídio, em 1980. "Touching From a Distance - Ian Curtis and Joy Division" foi adaptado por Anton Corbijn para servir de roteiro para o filme "Control", lançado em 2007.

Para atiçar os fãs, a editora divulgou um trechinho do livro: "Naquela noite, Ian rasgou toda sua calça de couro, mas consegui costurá-la, para que ele pudesse usá-la novamente. Apesar da condição da calça, presumi que as pernas dele estivessem bem. Na verdade, elas tinham cortes tão feios que ele se despiu no escuro naquela noite para que eu não visse. Suponho que a persona de Ian no palco já tinha começado a ficar fora de controle, mas ele obviamente não queria que eu o visse desse jeito."
   






Guns n' Roses encerra turnê pelo Brasil com saldo positivo


Por: Luana Newer. Fonte: Território da Música
Foto: MRossi
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)

Guns n' Roses e a equipe de produção da turnê brasileira

O Guns n' Roses encerrou sua turnê pelo Brasil - e pela América do Sul - com saldo positivo. Com shows cheios ou lotados, a banda passou por nove cidades brasileiras e terminou seu giro em Fortaleza, no último dia 17 de abril - com direito a Axl Rose usando chapéu de cangaceiro (veja o vídeo incorporado no final do texto).

Os shows foram marcados por 'hits' da banda - sucessos como "Mr. Brownstone", "Welcome to the Jungle", "Civil War", "November Rain" e "Paradise City". Em todas as apresentações, o público saiu emocionado e satisfeito com a banda. Os shows no Nordeste - Recife e Fortaleza -, por onde a banda se apresentou pela primeira vez, contaram ainda com Duff McKagan, baixista da formação clássica que tocou ao lado de Axl para a felicidade dos fãs 'das antigas'.

Uma falha de som aqui e alguns atrasos acolá também aconteceram durante os shows, mas nada disso atrapalhou a celebração que Axl e seus companheiros - uma banda entrosada e afinada - realizaram em cada palco que pisaram em sua passagem pelo País.

O guitarrista Ron "Bumblefoot" Thal merece destaque não apenas pela técnica e performance, mas também por falar à emoção dos fãs ao tocar o "Tema da Vitória" que marcou a vida de muita gente a cada conquista de Ayrton Senna na Fórmula 1 em alguns dos shows. Em Pernambuco, o músico tocou um pedacinho de "Praieira", da Nação Zumbi, uma homenagem a Chico Science..
   



terça-feira, 22 de abril de 2014

Aline Lima, prima de Sandy, estreia como cantora: 'Não temo comparações'


Fonte e foto: revistaquem.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


Filha de Chitãozinho já gravou com Lynn Anderson, cantora country americana.

Aline Lima precisou de dose extra de coragem para se lançar como cantora. Ela é filha do cantor Chitãozinho, que faz dupla com Xororó, e prima de Sandy. "Não temo comparações", disse à colunista Mônica Bergamo do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira (22).
Aos 30 anos, ela troca os rodeios, onde competia na prova dos três tambores, pelo palco. Neste mês, apresenta o videoclipe "Papo Barato", composição dela e de Zeca Jr., seu atual namorado. Aline gravou com Lynn Anderson, cantora country americana.
   



segunda-feira, 21 de abril de 2014

Autógrafos dos Beatles em painel do The Ed Sullivan Show vão a leilão


Da EFE. Fonte: G1
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)

Foto de 8 de fevereiro de 1964 mostra o apresentador Ed Sullivan (ao centro) ao lado dos Beatles durante ensaio para a primeira apresentação da banda britânica na TV dos EUA (Foto: AP)

Avaliada em US$ 800 mil, peça vai ser exposta no sábado (26).
Programa de TV marcou estreia da banda nos EUA, em 1964.

Uma casa de Nova York vai leiloar no próximo sábado (26) os autógrafos que os Beatles em um painel do cenário do The Ed Sullivan Show, programa que marcou a estreia do quarteto estreou na TV dos Estados Unidos em 1964.

A peça, um painel de plástico de 40 x 120 centímetros que conta com as assinaturas dos quatro integrantes da banda britânica entre alguns desenhos, está avaliada em cerca de US$ 800 mil, anunciou a casa de leilões Heritage Auctions.

Os organizadores do leilão se referem à peça como um "santo graal" da "beatlemania", já que, segundo eles, mais de 73 milhões de telespectadores assistiram à participação da banda britânica no programa, supostamente o mais visto da história.

"Não há uma banda de rock and roll mais importante do que os Beatles e também não há um momento mais importante para solidificar sua popularidade do que a aparição no programa de Ed Sullivan", destacou Garry Shrum, diretor da casa Heritage Auctions.

A primeira aparição do quarteto de Liverpool na TV americana ocorreu no dia 9 de fevereiro de 1964, quando Ed Sullivan apresentou o grupo na emissora CBS já com o mítico "Senhoras e senhores: The Beatles".

Na ocasião, minutos antes de dar início a um pocket show, os quatro integrantes dos Beatles assinaram seus autógrafos em um painel do cenário. Desta forma, em ordem vertical, aparecem os autógrafos de Ringo Star, George Harrison, Paul McCartney e, na parte de baixo, de John Lennon.

A peça acabou indo parar nas mãos de um fã da banda e, durante anos, ficou exposta em um conhecido clube de Baton Rouge, em Louisiana. No entanto, no início de 2002, a peça foi vendida a um comprador anônimo de Nova Jersey.

O painel será um dos principais atrativos do leilão Heritage Auctions no próximo sábado, no qual também vendidos objetos pessoais de Orson Wells, Elvis Presley e Marilyn Monroe.
   





domingo, 20 de abril de 2014

Cantora virtual Hatsune Miko vai abrir shows de Lady Gaga


Da: France Presse. Fonte: globoradio.globo.com 
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)

Cantora virtual Hatsune Miko
(Foto: Divulgação)



Estrela holográfica japonesa se apresenta em cenário 3D com músicos.
A partir de agosto, a turnê segue para Japão, Austrália e Europa.

Hatsune Miku, estrela holográfica virtual do pop japonês, vai abrir os shows da turnê de Lady Gaga na América do Norte no próximo mês, anunciou a cantora americana no Twitter.

Hatsune Miku, de cabelo azul e com a voz sintetizada, vai se apresentar em um cenário de três dimensões com músicos reais em uma série de shows de Lagy Gaga a partir de maio.

"Minha cantora digital favorita abrirá a turnê Artpop Ball. Olhem como é bonita!", escreveu a cantora, com um link para um vídeo no YouTube da artista virtual


Hatsune Miku é fruto da colaboração de criadores de sintetizadores vocais e programas de imagens digitais, de um desenhista de mangá e de uma comunidade de fãs de tecnologias que a transformaram em musa.

Depois de Hastune Miku (de 6 de maio a 3 de junho), o grupo sul-coreano Crayon assumirá os shows de abertura da turnê americana de Lady Gaga. A partir de agosto, a turnê segue para Japão, Austrália e Europa.   





sexta-feira, 18 de abril de 2014

Axl usa chapéu de cangaceiro em show do Guns N'Roses de quase 3 h


Fonte: G1 (Ceará)
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


Durante a música Civil War,
Axl trocou o chapéu de cowboy
pelo de cangaceiro
(Foto: André Teixeira/ G1 CE)


Banda encerrou em Fortaleza a turnê por países da América Latina.
Grupo tocou hits e conquistou cerca de 25 mil pessoas.



Com quase três horas de show, cerca de 25 mil fãs de Guns N’Rose poderam curtir o primeiro show da banda em Fortaleza. O grupo apostou nos maiores hits e conquistou o público cearense, ainda com poucas oportunidades de receber shows das maiores bandas do gênero rock. Em vez de uma música típica dos locais onde se apresenta, em Fortaleza, o vocalista Axl Rose trocou o tradicional chapéu de cowboy por um de vaqueiro, o que rendeu aplausos da plateia.

Para surpresa de muitos, o show começou quase que pontualmente, 15 minutos após o previsto. (Em 2011, durante o Rock in Rio, Guns N’Roses atrasou por quase duas horas a subida no palco.) Além de Axl Rose (vocal) e Dizzy (teclado), o baixista da formação original, Duff McKagan, também esteve presente na capital cearense.

A banda abriu o show no Centro de Eventos do Ceará nesta quinta-feira (17) “Chinese democracy” e logo em seguida, “Welcome to the jungle”. Os fãs também pularam e cantaram com sucessos como “Mr. Brownstone”, “November Rain”, “Don't Cry” e “You Could Be Mine”. O baixista Duff McKagan também cantou “Attitude” e “Raw power”. O guitarrista Ron “Bumblefoot” Thal também assumiu o vocal com o punk rock “Abnormal”.

Show contou com cerca de 25 mil pessoas no Centro de Eventos do Ceará.
(Foto: Alana Andrade/Divulgação)



Durante Sweet Child O' Mine o maior hit da banda, o público levantou cartazes com a letra da música, uma intervenção que havia combinada com os fãs na fila de entrada para o show. Em Live And Let Die, o show pirotécnico esquentou – literalmente – a área de show no Centro de Eventos.

O público também aprovou a performance vocal de Axl, em decadência na década de 2000. “O Axl evoluiu muito desde o retorno aos palcos, quando fazia algumas apresentações toscas e desafinadas. Ele surpreendeu a mim e tenho certeza que a muitas outras pessoas”, afirmou o arquiteto Bruno Marques, fã da banda há 18 anos. “Já havia ido a um show do Guns em 2011. A banda hoje está em maior harmonia. Não é ainda o Guns na década de 1990, mas é um grupo capaz de fazer um grande show”, opina Mateus Jorge, outro fã do grupo californiano.

A apresentação em Fortaleza faz parte da “South America Tour 2014”, que passou pelo Chile, Argentina e Brasil. A banda havia feito show em Recife em 15 de abril e de Fortaleza retorna aos Estados Unidos.   




quinta-feira, 17 de abril de 2014

Paul Weller reúne os últimos 15 anos de carreira em “More Modern Classics”


Por: Eduardo Guimarães. Fonte: Território da Música 
Foto: Reprodução
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)



Está agendado para 02 de junho o lançamento de uma nova coletânea do músico Paul Weller. Batizada como “More Modern Classics”, a compilação reúne faixas lançadas originalmente nos últimos 15 anos da carreira solo do ex-The Jam.

O período compreendido pela coletânea traz músicas que foram lançadas nos álbum “Heliocentric”, “Illumination”, “Studio 150”, “As Is Now”, “22 Dreams”, “Wake Up the Nation” e “Sonik Kicks”.

Além de faixas já conhecidas dos fãs, o álbum inclui e inédita “Brand New Toy”, disponibilizada para audição e que você confere ao final da nota. A música “Brand New Toy” foi gravada especialmente para o Record Store Day, comemorado no próximo dia 19.

Confira o repertório da coletânea:

01. He's The Keeper
02. Sweet Pea My Sweet Pea
03. It's Written In The Stars
04. Wishing On A Star
05. From The Floorboards Up
06. Come On Let’s Go
07. Wild Blue Yonder
08. Have You Made Up Your Mind
09. Echoes Round The Sun
10. All I Wanna Do (Is Be With You)
11. Push It Along
12. 22 Dreams
13. No Tears To Cry
14. Wake Up The Nation
15. Fast Car/Slow Traffic
16. Starlite
17. That Dangerous Age
18. When Your Garden’s Overgrown
19. The Attic
20. Flame-Out!
21. Brand New Toy   





terça-feira, 15 de abril de 2014

Com macacão decotado, Claudia Leitte sensualiza nas reboladinhas em show no Rio


Fonte: globoradio.globo.com
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante)

 
imagem da matéria
Claudia Leitte (foto: Léo Marinho/AgNews)





A cantora incluiu funk e 'Lepo Lepo' no repertório e apresentou pela primeira vez ao vivo a música oficial da Copa do Mundo, 'We Are One (Ole Ola)'


Claudia Leitte transformou a Fundição Progresso em uma micareta bem animada na noite de sábado. Com o mesmo macacão do DVD "AxéMusic", que ela descreveu como "sexy e brasileiro", Claudia Leitte quase mostrou demais ao ir até o chão e nas reboladinhas mais ousadas. Logo no começo do show, a cantora já mandou o recado ao surgir de dentro de um telão cantando o hit "Claudinha Bagunceira".
 
Claudia Leitte rebola
(foto: Tatiana Machado)
Claudia Leitte mandou beijinho no ombro em "Faz Um", tirou a camisa dos dançarinos para as fãs apreciarem a boa forma deles e arrancou gritos da galera ao sacudir o bumbum durante as coreografias. Quando cantou "Eu Fico", ela ainda sensualizou além das coreografias, investindo na voz grave e nas gemidinhas:

- Isso lá em casa funciona muito bem com meu marido. Ele fica louco! – disse Claudia Leitte

Claudia Leitte seduz com macacão sexy
(foto: Tatiana Machado)






A loira ainda chamou o participante do programa "The Voice" Marquinhos OSócio para dividir o palco  e cantar "Seu Ar" e "For Your Love", de Stevie Wonder. Os dois ainda fizeram uma brincadeira e inventaram um programa para a Rádio BEAT98. Sozinha novamente no palco, Claudia Leitte mandou a galera liberar geral na "Tarraxinha" e voltou no tempo com hits de É o Tchan e Gera Samba. Ainda rolou um momento funk com o DJ tocando "Beijinho no Ombro", de Valesca Popozuda,  e "Fala Mal de Mim", da MC Ludmilla, enquanto Claudia Leitte dançava até o chão. Antes de encerrar, a cantora fez o povo dançar com "Lepo Lepo" e apresentou pela primeira vez a música oficial da Copa do Mundo "We Are One (Ole Ola)".

- Se pensar em alegria, pense em mim. Eu nasci aqui do lado, em São Gonçalo. Meu nome é Claudia Leitte! – disse a loira antes de deixar o palco enquanto os fãs gritavam que ela era a melhor cantora do Brasil.
 
MC Koringa abre o evento
(foto: Tatiana Machado)

Antes de Claudia Leitte, o MC Koringa se apresentou na Arena Pop Rio, repetindo parceria que já rolou no mesmo evento em Belo Horizonte. Com os hits "Dança Sensual" e "Quero Te Provar", ele fez o aquecimento da galera. Monobloco ainda encerrou em grande estilo o evento com uma batucada de primeira.


Claudia Leitte se apresenta na Fundição Progresso (foto: Léo Marinho / AgNews)


Claudia Leitte ainda recebeu no camarim a ouvinte da Rádio BEAT98 Letícia Carvalho, de 22 anos. Ela ficou emocionada e ganhou até CD autografado e "selfies" especiais para deixar os amigos morrendo de inveja nas redes sociais.

Letícia Carvalho ganha CD autografado por Claudia Leitte
(foto: Tatiana Machado)   





quarta-feira, 9 de abril de 2014

Macy Gray diz que sempre volta ao Brasil por causa dos homens


Por: Michele Miranda. Fonte: Território da Música 
Edição: Jorge Luiz da Silva
Serrinha, BA (da redação Itinerante)


Macy Gray se apresenta nesta quinta-feira no Circo Voador
Foto: Divulgação/Guiliano Bekor



    Cantora começa série de shows nesta quinta-feira no Circo Voador
    Ela ainda passa por São Paulo e Porto Alegre
    ‘Minha voz é esquisita e é isso o que me destaca das outras pessoas’, diz a representante do r&b, que se diz fanática por pôquer

Macy Gray já perdeu a conta de quantas vezes esteve no Brasil.
Sua última passagem por aqui foi em agosto de 2013 para participar do festival Festival Jazz na Fábrica, em São Paulo.
Sim, ela acredita que a crise no mercado fonográfico demanda turnês mais longas e frequentes. Assim como a maioria dos artistas internacionais, ela também acha que o Brasil tem fãs empolgados.
Mas Macy tem outros motivos para voltar:

— Gosto muito dos homens, da comida e da cultura. É um país bonito, com pessoas bonitas — diz a cantora em entrevista por e-mail, às vésperas de começar sua nova turnê brasileira, que passa nesta quinta-feira no Rio de Janeiro (Circo Voador), sexta-feira em São Paulo (Cine Joia) e sábado em Porto Alegre (Opinião).

A turnê, aliás, é a celebração pelos 15 anos do lançamento de seu primeiro álbum, o multiplatinado “On how life is”, que carrega o maior hit de sua carreira, “I try”. Produzido por Andrew Slater, esse é o disco mais bem-sucedido da cantora, com mais de sete milhões de cópias vendidas pelo mundo.

— Não tenho ideia se vou ter um novo hit como “I try”, nunca nem imaginei que essa música viraria um sucesso — diz, garantindo a canção no setlist dos shows no Brasil, que ainda conta com “Creep”, “The sellout” e “Beauty in the world”. — Nada acontece da maneira como você planeja. Estou muito feliz e grata pelo rumo que minha carreira tomou. Minha voz é esquisita e é isso o que me destaca das outras pessoas. Eu cresci e me tornei uma pessoa completamente diferente do que era quando comecei.

As mudanças a que Macy se refere são especialmente em sua vida pessoal. Durante muitos anos, ela enfrentou problemas com as drogas, com relacionamentos amorosos traumáticos e com jogos de azar. Este novo capítulo está descrito no biográfico álbum “The way”, que chega às lojas no início do segundo semestre.

— Definitivamente superei essa fase. Meu novo álbum justamente retrata isso. Tudo na minha vida está diferente. As mudanças aconteceram conforme fui vivendo e aprendendo — diz a cantora, confirmando o que tem tirado seu sono nos últimos anos: — Ohhhh, os jogos de pôquer...

Além da música, Macy tem uma outra paixão artística, o cinema. Ela já participou de filmes independentes, uns com mais visibilidade, como “Obsessão”, outros nem tanto. Ela está em cartaz nos Estados Unidos (sem previsão de exibição na telona brasileira) o filme “The grim sleeper”, um thriller baseado em fatos reais sobre um serial killer.

— As gravações foram maravilhosas. Mas nunca vou substituir os palcos pelo cinema. Posso, facilmente, conciliar as duas coisas. E planejo permitir que minha carreira como atriz floresça.